Siga o OTD

Curiosidades olímpicas

Lema olímpico busca motivar a superação dos atletas nos Jogos

Você sabia que a expressão Citius, altius, fortius, não foi inventada pelo Barão de Coubertin? Saiba de quem é!

lema dos jogos olímpicos

A expressão latina Citius, altius, fortius, normalmente traduzida para “mais rápido, mais alto e mais forte” é o lema dos Jogos Olímpicos, que foi introduzido por seu criador, o Barão de Coubertin, mas não foi inventado por ele.

A frase foi criada pelo padre dominicano francês Henri Didon, amigo do criador das Olimpíadas da era moderna, e apresentada por Coubertin na fundação do Comitê Olímpico Internacional em 1894. Nos Jogos de Paris-1924, Citius, altius, fortius foi oficialmente instituído como lema olímpico.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

A uma primeira olhada, o lema olímpico parece bastante competitivo. Mas se trata, na verdade, de uma mensagem de superação pessoal, um convite do movimento olímpico para que cada atleta tente superar o próprio desempenho.

LEMA NÃO OFICIAL

“O importante não é vencer, mas competir. E com dignidade” é o lema não oficial dos Jogos Olímpicos. Ele foi introduzido também pelo Barão de Coubertin, mas também não foi criado por ele. Ela teria sido pronunciada pelo bispo de Londres em um ato religioso antes dos Jogos de 1908.

Barão de Coubertin criador dos Jogos Olímpicos (Foto- Creative Commons) ele foi o responsável por introduzir o lema olímpico
Barão de Coubertin foi o responsável por introduzir o lema olímpico (Creative Commons)

MOVIMENTO OLÍMPICO

A partir dos lemas, apesar de não terem sido criados pelo Barão de Coubertin, foi criado o Movimento Olímpico. Em 1899, o criador das Olimpíadas colocou no papel, escrito originalmente a mão, os ideais do Olimpismo. Essas regras ganharam forma e foram editadas pela primeira vez com o nome de Carta Olímpica em Lausanne, na Suíça, em 1978.

+ CONHEÇA O BLOG “CURIOSIDADES OLÍMPICAS”

O Movimento Olímpico tem a função de manter vivos os ideais do Barão de Coubertin e reúne, numa lista que foi crescendo com o tempo com o aumento do alcance das Olimpíadas, o COI, as federações esportivas internacionais, os comitês olímpicos nacionais, o comitê organizador de cada edição e os atletas.

A lista de tarefas do Movimento Olímpico abrange oito áreas de atuação: a escolha da cidade-sede, a organização dos Jogos Olímpicos, a promoção da mulher no esporte, a proteção aos atletas, o desenvolvimento pelo esporte, a promoção do desenvolvimento sustentável, o respeito à trégua olímpica e a promoção da cultura e da educação olímpicas.

Mais em Curiosidades olímpicas