Siga o OTD

COB Dia Mundial do Doador de Sangue

COB

No Dia Mundial do Doador de Sangue, COB realiza ação entre atletas e colaboradores

Ação em parceria com a Hemorio foi realizada na sede da entidade

Rafael Bello/ COB

No Dia Mundial do Doador de Sangue, COB realiza ação entre atletas e colaboradores

Engajado com a campanha “Junho Vermelho”, que reforça a importância da doação de sangue, o Comitê Olímpico do Brasil (COB) realizou nesta segunda-feira (14), uma ação em parceria com a Hemorio, na sede da entidade, estimulando a doação de colaboradores e atletas.

“O Comitê Olímpico do Brasil, em parceria com o Hemorio, fez essa ação no dia mundial do doador de sangue e no mês em que o COB completa 107 anos de fundação. No momento em que zelar pela vida é dever de todos, reforçamos o nosso papel ao cuidar do esporte, da saúde e da população brasileira”, disse o presidente do COB, Paulo Wanderley Teixeira.  

-Documentário em sete episódios mostra história do Time Nissan. Assista ao 1.º!

“O COB entende a importância da doação de sangue. Por isso trouxemos a possiblidade de realizar esta campanha aqui dentro da nossa sede. Mobilizamos colaboradores, ex-atletas – pessoas que muitas vezes são referência para sociedade, e poder contribuir para salvar a vida de tanta gente é uma grande alegria”, reforçou o diretor-geral do COB e medalhista olímpico, Rogério Sampaio.

Colaboradores e ex-atletas dando o sangue

Cerca de 60 colaboradores, atletas e ex-atletas participaram do evento. Bernard Rajzman, medalhista olímpico e membro do Comitê Olímpico Internacional e Adriana Behar, medalhista olímpica do vôlei de praia e CEO da Confederação Brasileira de Vôlei, fizeram questão de comparecer. 

“É muito bom poder participar de qualquer tipo de campanha que possa salvar vidas. Então, eu acho que esse evento que o COB está promovendo com a doação de sangue é fundamental para que a gente possa realmente ajudar a quem precisa. Mais uma vez o esporte participando de uma ação social e de respeito às pessoas e às vidas é de extrema importância. Foi uma honra poder estar aqui hoje”, afirmou Adriana Behar. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Com uma única doação, de 450 ml, é possível salvar a vida de até 4 pessoas. Além disso, as doações periódicas de bolsas de sangue são fundamentais para manter estoques de plaquetas, que auxiliam no controle de sangramentos e são utilizadas em diversos tratamentos, como o do câncer. Devido à pandemia da Covid-19, os estoques diminuíram consideravelmente. Por isso, a solidariedade e a atitude de todos os que representam o esporte olímpico no Brasil fará a diferença na vida de muita gente.

Mais em COB