Siga o OTD

Pan 2019

Ouro de Isaquias e mais dois bronzes na canoagem velocidade

Isaquias Queiroz vence o C1 1000 na canoagem de velocidade em Lima. Vagner Souta e Ana Paula Vergutz foram bronze

(Flávio Florido/Lima 2019 )

O brasileiro Isaquias Queiroz é bicampeão pan-americano do C1 1000 na canoagem de velocidade. Ele venceu a final dos Jogos Pan-Americanos de Lima nesta segunda-feira (29), em Huacho, batendo o cubano Fernando Jorge, seu grande rival na prova. Além dele, Vagner Souta e Ana Paula Vergutz conquistaram medalhas de bronze no K1 1000 e K1 500 respectivamente.

Isaquias Queiroz, medalha de prata no C1 1000 nas Olimpíadas do Rio em 2016, fechou os mil metros no Peru com 3min47s631. Fernando Jorge cravou 3min48s574 e Drew Hodges, do Canadá, foi bronze com 3min58s454.

Isaquias Queiroz, canoagem de velocidade, Jogos Pan-Americanos de Lima

Flávio Florido / Lima 2019

A medalha vem após o susto ocorrido no sábado (27), na final do C2 1000, quando seu parceiro Erlon de Souza passou mal durante a disputa e precisou ser retirado pelo resgate. Segundo a Confederação Brasileira de Canoagem, Erlon passa bem.

+ APÓS OURO, ISAQUIAS MANDA RECADO PARA ERLON

Isaquias Queiroz dominou completamente a final do C1 1000. Até a metade, Fernando Jorge até conseguiu acompanhar, mas nos 500 metros finais o brasileiro chegou a abrir mais de dois barcos de vantagem. No final, Isaquias “tirou o pé” já de olho no mundial e novamente dedicou a medalha a Jesús Morlán, ex-técnico que faleceu no final do ano passado (assista abaixo).

https://www.youtube.com/watch?v=FQOSOQTKd3k&feature=youtu.be

Vagner Souta e Ana Paula Vergutz

Vagner Souta cravou 3min35s960 para ficar com o bronze no K1 1000 na primeira final do dia em Huacho. Foi a primeira medalha do Brasil na canoagem de velocidade dos Jogos Pan-Americanos de Lima.

O brasileiro chegou grudado no medalhista de prata, o canadense Marshall Hughes, que fechou com 3min35s907. Diferença de 53 milésimos de segundo. Foi tão perto que confundiu até o próprio Vagner Souta. “Eu tava vindo controlando a prova, remando bem, do jeito que a gente tinha treinado. No final achei que estava em segundo, passei remando, e depois que eu fui ver que estava em terceiro. Foi por pouco ali”, comentou. O campeão foi o argentino Agustin Vernice, com 3min31s955.

A prova de Ana Paula Vergutz, o K1 500, fechou o penúltimo dia de competições de canoagem de velocidade em Huacho. Ela começou no bolo da frente, mas no meio do percurso chegou a ficar fora do pódio. Nos últimos metros conseguiu se colocar entre as três primeiras.

Ana Paula Vergutz, canoagem de velocidade, Jogos Pan-Americanos

Ana Paula Vergutz, na raia 4 (Fábio Canhete – Canoagem Brasileira)

Ana Paula Vergutz completou os 500 metros em 1min54s294, menos de um segundo atrás da medalhista de prata, a canadense Andréanne Langlois (1min53s332). A campeã foi a mexicana Beatriz Briones, com 1min52s552.

Após receber a medalha, admitiu que não foi bem o que ela esperava. “Um pouco triste, né? Muito próximo da prata e a gente fica com esse sentimento quando é muito perto. Poderia ter sido um pouco melhor”, disse. “Mas satisfeita com a medalha de bonze, que não é ruim”. O ponto fraco, segundo ela, foi o final da prova. “Eu travei um pouco, mais do que elas e no finalzinho perdi a prata”.

Apesar da frustração com a cor da medalha, satisfação em coloca a bandeira do Brasil no pódio dos Jogos Pan-Americanos. “É uma emoção muito grande. A gente sabe que quando está em um evento tão grande, está defendendo algo maior do que a gente mesmo, não é? Então é uma honra subir no pódio com o verde e o amarelo”.

O Vagner Souta voltou no K2 1000, ao lado de Edson Silva, e eles fecharam a final na sexta colocação. No K2 500, Andrea de Oliveira e Angela Aparecida ficaram em quarto.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Pan 2019