Siga o OTD

Pepê Gonçalves - Ana Sátila - Omira Estácia - Copa do Mundo de canoagem slalom copa do mundo

Canoagem Slalom

Pepe Gonçalves vence etapa alemã da Copa do Mundo no Extremo

Pepe Gonçalves foi o campeão em Markkleeberg na modalidade que passará a integrar o programa olímpico a partir de Paris em 2024

Pepe venceu no Extremo, que será olímpico em 2024 (arquivo)

Pepe Gonçalves vence etapa alemã da Copa do Mundo no Extremo

O brasileiro Pepe Gonçalves foi o campeão no Extremo da etapa de Markkleeberg na Copa do Mundo de Canoagem Slalom. Ele plenejava disputar só as eliminatórias, mas foi avançando até chegar ao ouro. A categoris Extremo ainda não é olímpica, mas irá integrar o programa em Paris 2024. Ainda neste domingo, Ana Sátila ficou nas semifinais do C1, bem como Omira Estacia, que também competiu no Extremo feminino.

Pepe Gonçalves venceu na final o tcheco Vit Prindis, que ficou em segundo lugar, e o alemão Stefan Hengst, o terceiro. Joseph Clarke, que caminhou com o brasileiro nas baterias anteriores, não competiu. Para chegar na final, Pepe passou pela primeira rodada sendo o segundo entre os quatro competidores. O vencedor foi Clarke. A seguir, nas quartas, o brasileiro voltou a se classificar ao lado de Clarke, mas desta vez venceu a bateria. Na bateria semifinal, outra vez os dois se classificaram juntos. Outra brasileira disputou o Extremo, Omira Estacia, e ela parou na primeira rodada.

Ana Sátlia

Vale lembrar que Pepe vai aos Jogos de Tóquio na categoria K1. Ele competiu nela agora em Markkleeberg e chegou nas semifinais. A outra brasileira que vai aos Jogos é a Ana Sátila, no K1 e no C1. A brasileira parou na semifinal do C1 neste domingo (20) em Markkleeberg. Omira também competiu nessa prova e foi eliminada na mesma fase.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, TWITTER, INSTAGRAM, FACEBOOK E TIKTOK

Ana Sátila ficou na 17ª colocação na semifinal do C1. Somente as dez primeiras passaram. Ela registrou o tempo de 121s72. Desceu em 115s72, mas foi penalizada em três portas, somando seis segundos ao tempo final. A décima colocada marcou 116s81. Foi a australiana Noemie Fox, irmã de Jessica Fox, maior nome da modalidade e a melhor da sessão com 107s92. Omira terminou em 25º com 130s00. Logo a seguir foi disputada a final e o título ficou com a alemã Andrea Herzog, registrando 103s91, a única dentre as finalistas sem penalidades. O segundo lugar foi para a República Tcheca, com os 108s26 de Tereza Fiserova, e a austríaca Nadine Weratschnig ficou em terceiro com 112s80. Jessica Fox ficou em quarto marcando 115s18.

No K1 da Copa do Mundo, Ana Sátila foi até a final, no sábado (19). Ela sofreu diversas penalizações, sendo uma grave na porta 23, que acresceu 50 segundos tempo de descida (106,10). Acabou com 162s10, bem atrás dos 96s76 da campeã Jessica Fox. No masculino do K1, Pepê terminou a semifinal em 14º lugar geral, com tempo de 93s75, não avançando para a decisão da prova.

Mais em Canoagem Slalom