Siga o OTD

seletiva de canoagem slalom 2021

Canoagem Slalom

Confederação Brasileira divulga resultado da seletiva nacional

Seletiva da canoagem slalom aconteceu no fim de semana no Parque Radical de Deodoro, foram feitas as análises com base no rendimento dos atletas

Confederação Brasileira divulga resultado da seletiva nacional

Saiu o resultado oficial da Seletiva Nacional de Canoagem Slalom, os nomes foram publicados na Circular CBCa 018/2021. A análise foi feita com o objetivo de selecionar os melhores atletas brasileiros da modalidade, serão oito canoístas que irão compor a nova Equipe Permanente que terá a base de treinos no Rio de Janeiro/RJ. 

Ana Sátila e Omira Estácia Neta obtiveram os melhores índices no K1 (caiaque individual Feminino), Sátila foi a mais rápida na disputa, entre os três dias de disputa a sua melhor descida foi com o tempo de 94.59 segundos, já Estácia garantiu 105.82 segundos, as canoístas representam o Instituto Meninos do Lago (IMEL) de Foz do Iguaçu no Paraná. Na prova do C1 (Canoa Individual Feminina), a classificada também é Ana Sátila. 

+Parque Radical de Deodoro no Rio terá escolinha de canoagem

No K1 Masculino, Guilherme Rodrigues ganhou duas das três provas, o atleta iguaçuense do IMEL fez o seu percurso em 85.86 segundos e garantiu sua classificação em primeiro lugar, logo em seguida Mathieu Desnos (IMEL) e em terceiro Pepê Gonçalves da Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (APEN) de Piraju/SP também formam o trio do K1 Sênior na Equipe Permanente. Murilo Sorgetz da Associação Trêscoroense de Canoagem (ASTECA) garantiu sua vaga pela vaga sub-23.

 + Veja a Circular CBCa 018/2021 detalhada da convocação 

“Fiz um bom trabalho, tive um bom desempenho, eu queria garantir a vaga entre os três e consegui. Isso é muito bom pra mim, pela minha idade já estar classificado entre os atletas da elite é muito bom. Tudo isso faz parte do meu treinamento intenso e da minha dedicação”, comenta Guilherme Rodrigues. 

+ Confira aqui os tempos de todos os atletas por descida 

Os atletas do C1 Masculino da Equipe Permanente serão Felipe Borges (IMEL) e Kauã da Silva (APEN), Borges fez o melhor tempo da canoa com 96.33 segundos. O Brasil ainda não conquistou a vaga olímpica para Tóquio na canoa. A última chance será na seletiva continental que está prevista para acontecer no Campeonato Pan-americano de Canoagem Slalom que será realizado no Rio de Janeiro entre os dias 29 de abril a 02 de maio. Mas a CBCa informa que diante da pandemia de COVID-19, está monitorando diariamente a situação e que alterações no planejamento do evento poderão alterar a forma de classificação continental.

 + Veja todas as fotos da Seletiva Nacional 

A convocação para os eventos internacionais, assim como os períodos de treinamento dependem do controle da pandemia do COVID-19. O Comitê Técnico da Canoagem Slalom do Brasil vem monitorando as diretrizes e informativos da Federação Internacional de Canoagem (ICF) sobre as alterações, cancelamentos e adiamentos das competições do calendário internacional. 

 A participação nas competições internacionais (Campeonatos Sul-americano e Pan-americano, Copas do Mundo, Mundiais Júnior, Sub-23 e Sênior) está condicionada diretamente à capacidade de financiamento da equipe por parte da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa). Mesmo que os critérios percentuais preestabelecidos sejam atingidos, mas não havendo recursos suficientes motivados pela variação cambial e/ou dificuldades de deslocamento devido às restrições impostas pela COVID-19, a CBCa poderá reduzir o número de atletas nos respectivos eventos internacionais. 

Vagas para Tóquio 2020 no K1 Masculino e C1 e K1 Feminino foram definidas em 2020

Para os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 que acontecerão em julho deste ano, a definição ocorreu no ano passado, o Brasil já conquistou duas cotas e tem os atletas selecionados: no K1 Masculino será Pedro Gonçalves e no C1 Feminino Ana Sátila, sendo que a atleta também disputará a prova do K1. (Sátila também garantiu a cota do K1 Feminino, mas pelas regras da Federação Internacional um atleta só pode ter uma cota, mas tem o direito de disputar outras categorias). 

Treinamento Equipe Permanente no Rio

Os oito atletas convocados estão aptos a realizar treinamentos na cidade do Rio de Janeiro/RJ, de acordo com o orçamento através da Lei Agnelo Piva os canoístas terão direto a hospedagem, alimentação, translado do apartamento até o Parque Radical Olímpico de Deodoro e bolsa auxílio para pagamento de despesas pessoais, assim como a contratação obrigatória de plano de saúde por parte do atleta. 

 Aos atletas que não conseguiram o índice para compor a Equipe Permanente e queiram usar as instalações do Complexo de Deodoro para a realização dos seus treinamentos, estes deverão entrar em contato com os treinadores da Seleção Nacional (Cássio Petry e Ricardo Taques) para a reserva de horário, como também custear a hospedagem, transporte e alimentação.

Mais em Canoagem Slalom