Siga o OTD

Brasil Zero Grau

Triunfo ‘meio’ brasileiro marca início da Copa do Mundo

Filho de brasileira com norueguês, Lucas Pinheiro Braathen surpreende e vence na abertura da Copa do Mundo de Esqui Alpino

Lucas Pinheiro Braathen, filho de brasileira com norueguês, vence na abertura da Copa do Mundo de Esqui Alpino (Agence Zoom)

Lucas Pinheiro Braathen. O nome do esquiador de 20 anos não esconde a cidadania dupla. Filho de uma brasileira com um norueguês, o jovem surpreendeu e conquistou a vitória na etapa de abertura da Copa do Mundo de Esqui Alpino. A prova de Slalom Gigante aconteceu em Sölden, na Áustria, na manhã desse domingo, 18 de outubro de 2020.

Foi o primeiro triunfo do atleta no circuito internacional da modalidade. Ele alcançou o tempo de 2min14seg41 na somatória das duas descidas. Os suíços Marco Odermatt e Gino Caviezel terminaram na segunda e terceira posições, respectivamente.

“Não esperava isso, obviamente. Eu cheguei aqui pensando em alcançar posições na parte de cima da classificação, que é meu objetivo principal nesta temporada, mas primeira vitória na primeira corrida é inacreditável”, comentou o vencedor.

A vitória de Lucas Pinheiro Braathen na abertura da Copa do Mundo de Esqui Alpino não é surpreendente apenas por ser a primeira de sua carreira. Jovem promessa da equipe norueguesa, ele começou tarde no esqui alpino, por volta dos nove, dez anos, sendo que a maioria dos atletas de elite começam com cinco ou seis anos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Além disso, o fato de ser filho de uma brasileira o fez tentar carreira em um outro esporte antes: o futebol. Contudo, ele não se adaptou à rotina de treinos em equipe. “Eu ficaria louco com meus colegas de time se eles não fizessem o trabalho direito”, confidenciou nesta entrevista a Eurosport.

Assim, se tornou uma estrela em ascensão em um país tradicional nesta modalidade de neve. Seu compatriota, Henrik Kristoffersen, é um dos cotados para ficar com o título da Copa do Mundo de Esqui Alpino desta temporada, principalmente após a aposentadoria de Marcel Hirscher, atual octacampeão da competição.

Dobradinha italiana na prova feminina da Copa do Mundo de Esqui Alpino

No sábado, 17 de outubro de 2020, houve a disputa feminina do Slalom Gigante em Sölden com dobradinha italiana. Marta Bassino foi a vencedora com 2min19seg69, 14 centésimos à frente da veterana Federica Brignone. A eslovaca Petra Vlhova completou o pódio.

A primeira etapa da Copa do Mundo de Esqui Alpino abriu a temporada 2020-2021 dos esportes de neve e foi o primeiro evento após a pandemia de Covid-19. Com o sucesso na empreitada, outras competições devem iniciar suas disputas nas próximas semanas. A próxima etapa será em Lech/Zuers, na Áustria, entre 13 e 14 de novembro, com provas de Paralelo.

Marta Bassino lidera dobradinha italiana na prova feminina da Copa do Mundo de Esqui Alpino (Agence Zoom)

+ O BRASIL ZERO GRAU TAMBÉM ESTÁ NO TWITTER, FACEBOOK e INSTAGRAM! SIGA!

Mais em Brasil Zero Grau