Siga o OTD

Boxe

Seleção olímpica suspende treinos devido ao coronavírus

Atletas estavam em reta final de preparação para o Pré-Olímpico das Américas, na Argentina, mas o torneio foi cancelado

seleção brasileira olímpica de boxe permanente Pré-Olímpico das Américas coronavírus
Time permanente no embarque para a Colômbia (divulgação/CBBoxe)

Em função da pandemia do novo coronavírus, a Confederação Brasileira de Boxe suspendeu os treinamentos da seleção olímpica permanente entre os dias 17 e 30 de março. A decisão foi tomada em reunão entre a diretoria da entidade e a comissão técnica realizada nesta segunda-feira (16).

A decisão vem na esteira do cancelamento do Pré-Olímpico das Américas de boxe, na Argentina, também por conta da doença. Seria entre o final de março e o início de abril, em Buenos Aires. A seleção brasileira levaria 13 atletas para disputar 33 vagas nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

O time comandado pelo técnico Mateus Alves estava praticamente pronto para a seletiva. Vinha um período de 21 dias de preparação na Colômbia treinando com atletas de diversos países do continente, como Venezuela, Guatemala, República Dominicana, Costa Rica, além de Chile e Equador.

Em Bogotá, com altitude de aproximadamente 2,6 mil metros, deu ênfase na preparação física, com acréscimos de trabalhos de rapidez e potência.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Estiveram na Colômbia Graziele de Jesus, Jucielen Romeu, Bia Ferreira, Beatriz Soares, Flávia Figueiredo, Luiz Oliveira, Carlos Rocha, Wanderson Oliveira, Luiz Fernando, Herbert Sousa, Keno Machado, Abner Teixeira e Joel Silva. A comissão, capitaneada por Mateus Alves, tem ainda Cláudio Aires, Amônio Silva e Felipe Romano.

No Brasil, a seleção olímpica permanente de boxe tinha, antes do problema causado pelo novo coronavírus, programadas mais duas semanas de polimento antes do Pré-Olímpico das Américas. Depois da seletiva continental, haverá ainda a mundial.

Mais em Boxe