Siga o OTD

Basquete

Fora de casa, Pinheiros e Bauru vencem jogos eletrizantes na prorrogação

Pinheiros vence a dois segundos do fim e Bauru vira nos dois minutos finais do tempo extra em noite épica no NBB

Bauru x Cerrado - NBB 202122 - Larry Taylor
Larry Taylor foi mais uma vez o grande comandante do Bauru em quadra (Divulgação/Cerrado Basquete)

Dos três jogos válidos pelo NBB (Novo Basquete Brasil) nessa quinta-feira (5), dois só acabaram na prorrogação, com um deles só foi resolvido nos dois últimos segundos. Melhor para os visitantes Pinheiros e Bauru, que bateram o Brasília e o Cerrado Basquete, respectivamente.

+CONFIRA A TABELA DO NOVO BASQUETE BRASIL 2021/22

O Pinheiros venceu o Brasília na capital federal por 93 a 92 em um jogo pra lá de eletrizante. A vitória veio com uma cesta nos últimos 2 segundos. Coleman foi o cestinha do Pinheiros no jogo com 16 pontos. Já no lado de Brasília, Zach Graham foi o maior anotador com 26 ao todo.

Ambas as equipes tiveram ótimo aproveitamento no ataque. O ginásio Nilson Nelson pulsou a todo instante empurrando os donos da casa, que chegaram a ter a vitória nas mãos por duas vezes. No tempo regulamentar, Coleman empatou para o Pinheiros em 80 a 80 após um rebote ofensivo a 9 segundos do fim.

Os rebotes, por sinal, definiram o disputado jogo para o Pinheiros. Foram 49 para a equipe paulista contra apenas 32 dos donos da casa. O rebote mais importante veio a 2 segundos do fim da prorrogação, com Deryk, que matou o jogo. Um balde de água fria no Brasília, que buscou uma desvantagem de 7 pontos no tempo extra e vencia por 92 a 91 nos 10 últimos segundos.

Bauru também brilha

Já o Bauru venceu o Cerrado Basquete por 92 a 87, alcançando assim sua segunda vitória no NBB. Os destaques foram Dawkins, do Cerrado, e Rafael Hettsheimeir, do Bauru, cestinhas de suas equipes com 25 e 24 pontos cada.

São Paulo brilha no 2º tempo e bate o Fortaleza no NBB

Mesmo desfalcado e atuando fora dos seus domínios, o Bauru conseguiu um rendimento melhor no quarto inicial e ficou na frente, contando com boas performances de Felipe Vezaro e Rafael Hettsheimeir. No segundo período, o Zopone/Unimed Bauru Basket manteve a pegada e seguiu comandando as ações, com boas presenças dos atletas que vieram do banco – 24 a 19 (primeiro quarto) e 21 a 18 (segundo quarto).

No terceiro quarto, o time da casa conseguiu ficar na frente e baixou um pouco a diferença, deixando o jogo ainda mais emocionante. Nos dez minutos finais, o Cerrado reagiu e foi pra cima, vencendo ambos os quartos por quatro pontos e forçando a prorrogação – 15 a 19 (terceiro quarto) e 19 a 23 (quarto final).

No tempo extra, a equipe da casa chegou a desgarrar, mas o representante de Bauru demonstrou mais uma vez muita superação e inteligência para retomar o comando do marcador e vencer um duelo importante fora de casa (13 a 08).

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

“Lutamos e conquistamos um resultado muito importante diante de um adversário que começou bem o campeonato. A equipe vem crescendo e quero destacar a nossa atuação coletiva, que foi determinante para que conseguíssemos buscar a superação, quando o Cerrado igualou o jogo, para ganhar fora de casa no tempo extra”, comentou o pivô Rafael Hettsheimeir.

Papai Gabriel Jaú atuou com muita determinação
(Divulgação/Cerrado Basquete)

Mais em Basquete

viagra