Siga o OTD

Flamengo x São Paulo - NBB

Basquete

Yago decide na última bola e Flamengo sai em vantagem na decisão do NBB

Armador coloca a bola da vitória a 0.8s para o fim e time carioca abre 1 a 0 na decisão

Paula Reis/CRF

Yago decide na última bola e Flamengo sai em vantagem na decisão do NBB

Deu Flamengo! Na abertura da decisão do NBB da atual temporada, o time carioca contou com um excelente 2º tempo e com Yago decisivo na última bola para vencer por 96 a 93. Com isso, os cariocas saíram em vantagem na decisão da competição nacional. Dono da cesta decisiva, Yago foi o cestinha do Flamengo com 27 pontos, pelo lado do tricolor paulista Lucas Mariano foi o grande nome com 29.

“Acho que para o fã do esporte foi um jogo incrível. Olhando para a nossa equipe, tivemos altos e baixos e deixamos eles pontuar demais. Vencemos, abrimos 1 a 0, mas cometemos muitos erros que não podem acontecer”, comentou Marquinhos.

“O Gustavo mandou atacar o Jefferson, mas ele não estava em quadra. Com isso, eu fui para o 1 contra 1 e fiz a bola. Acho que, até agora, é a bola mais importante da minha carreira”, afirmou Yago.

“O nosso terceiro quarto foi ruim. Não conseguimos fazer o que fizemos no primeiro tempo e eles entraram no jogo, no último quarto a gente buscou e perdemos no fim”, disse Renan Lenz.

O jogo

O começo do jogo foi equilibrado. Com os dois times errando muito na parte ofensiva, o placar mostrava 5 a 5 após quatro minutos. Depois deste primeiro momento, os ataques engrenaram. Pelo lado do São Paulo, conseguindo jogar com paciência, a equipe apostou e conseguiu sucesso nas bolas de fora, com Lucas Mariano e Renan Lenz calibrados. 

Pelo lado do time carioca, apostando na grande rotação de atletas, o Flamengo se manteve perto do marcador durante todo o momento e, com uma bola de fora de Yago no estouro do cronômetro, deixou o placar em 25 a 24 após 10 minutos de jogo.

+ Confira a Tabela do NBB – Novo Basquete Brasil – 2020/2021

No segundo período, o ritmo do jogo seguiu parecido. Usando como base o mesmo quinteto, o São Paulo controlava o ritmo e, sempre que podia, cadenciava seus ataques. Desta forma, o Flamengo não conseguiu colocar o seu volume característico e o time paulista seguiu na liderança do placar. 

João Pires/LNB

Já na reta final do primeiro tempo, os comandados de Cláudio Mortari abriram a maior vantagem no placar, com 42 a 36, e o pedido de tempo foi feito. Na volta, mesmo com o Flamengo marcando de forma mais agressiva, o time paulista abriu oito pontos de diferença, com 44 a 36. 

Nos minutos finais do segundo período, os comandados de Gustavo de Conti cresceram um pouco no ataque e cortaram a desvantagem, indo para o intervalo perdendo por 46 a 42. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Análises da primeira etapa

“Acho que é isso. Esse é o espírito que a gente veio para o jogo, brigando com eles. Sabemos que eles são favoritos, mas vamos seguir assim. Estamos mais confiantes no ataque e marcando forte”, comentou o pivô Lucas Mariano.

“Gostamos de um ritmo mais acelerado e não estamos conseguindo. Temos que marcar melhor pra cortar o volume deles, principalmente nas bolas de fora, e melhorar no 2º tempo”, disse Yago.

Flamengo arrasador

Na volta para o 2º tempo, Marquinhos chamou a responsabilidade. Definindo os ataques do Flamengo, o ala fez com que o time carioca encostasse no marcador, com 60 a 59. Na sequência, conseguindo rodar a bola e achar o melhor arremesso, os cariocas viraram o marcador, para 64 a 60, e o duelo parou. 

Na volta, o Flamengo seguiu do mesmo jeito e, com cinco pontos de Martinez em dois ataques, colocou a diferença em 10 pontos, com 72 a 62, fazendo com que o pedido de tempo fosse feito mais uma vez. No retorno para a quadra, Bennett e Georginho fizeram o time paulista voltar a pontuar e a desvantagem foi para o último quarto de partida em 72 a 66. 

João Pires/LNB

-Pamela Rosa, Letícia Bufoni e Rayssa Leal avançam à final do street no Dew Tour

São Paulo cresce e Yago decide

Nos últimos 10 minutos de partida, o Flamengo seguiu superior no ataque. Conseguindo colocar o volume de jogo característico da equipe durante toda a temporada, o time carioca manteve a vantagem na casa dos 10 pontos na primeira metade do quarto período.

Na reta final do jogo, o São Paulo cresceu. Com Georginho e Bennett chamando a responsabilidade, o time paulista encostou no placar, com 88 a 85. Na hora da definição, Hettsheimeir e Bennett colocaram mais dois pontos para cada um dos times e a diferença se manteve em três pontos.

Nos últimos ataques, Georginho foi o nome do São Paulo. Com uma jogada de três pontos e uma bola de fora, o armador deixou o placar igual, em 93 a 93, a 7.8s do fim. Na última bola, Yago chamou a responsabilidade e colocou cuma bola de fora para dar a vitória para o Flamengo, com 96 a 93.

Mais em Basquete