Siga o OTD

Campinas estreia na LBF com vitória sobre o Sorocaba

Basquete

Tassia comanda e Campinas vence LSB RJ de virada pela rodada da LBF

Armadora comanda, time paulista consegue a virada no 2º tempo, vence por 76 a 64 e assume a liderança da competição

(Foto: Fábio Leoni/LBF)

Tassia comanda e Campinas vence LSB RJ de virada pela rodada da LBF

Jogando fora de casa, o Vera Cruz Campinas contou com um grande jogo de Tassia para vencer a LSB RJ, por 74 a 66, nesta terça-feira (6), em Mesquita. Com 19 pontos, sete rebotes e cinco assistências da armadora, o time paulista conquistou a segunda vitória em três jogos na LBF e lidera a competição.

“A gente sabia que seria um duelo difícil, elas vinham de duas vitórias na LBF e estavam empolgadas. Começamos mal, marcando mal, mas encaixamos no segundo tempo, conseguimos tirar as melhores jogadas pelas e acertamos as bolas decisivas”, comentou a cestinha do jogo Tassia.

O jogo

Mesmo jogando fora de casa, o Vera Cruz Campinas começou melhor o jogo. Conseguindo aproveitar as oportunidades no ataque e colocando a LSB RJ em dificuldade com a defesa, o time paulista se manteve na frente do placar durante todo o tempo e fechou o quarto vencendo por 21 a 16. 

-José Neto: o “louco” que foi abraçado pelo basquete feminino

No segundo quarto, o time carioca melhorou. Conseguindo atacar melhor contra a zona do Campinas, o LSB RJ foi encostando no marcador até conseguir a virada, com 30 a 28. Na segunda metade do quarto, o Vera Cruz Campinas seguiu trocando cestas com as adversárias até os minutos finais, quando as cariocas abriram vantagem. 

Com uma melhora no aproveitamento de três, o time de Mesquita conseguiu colocar uma frente maior que uma posse de bola e foi para o intervalo vencendo por 42 a 39.

“O desafio é enfrentar a experiência delas. Nosso time é mais novo e eles acabam achando mais espaço para jogar. Precisamos marcar melhor e manter o foco”, comentou a francesa Jessy do LSB RJ. 

Virada paulista

Na volta para o jogo, a LSB RJ foi melhor nos primeiros movimentos. Usando as jogadas perto do garrafão e com Thayná acertando uma bola de fora, as cariocas colocaram 47 a 39 no placar. Atrás do placar, o Campinas passou a pressionar mais na marcação e com uma sequência de 12 a 4 e empataram o placar. 

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Na reta final do quarto, os dois times passaram a errar muito no ataque e o marcador congelou. Nos últimos ataques, o LSB RJ conseguiu uma pequena vantagem e foi para os últimos 10 minutos vencendo por 56 a 54.

No começo do quarto período, o time carioca foi melhor. Conseguindo ditar o ritmo mais intenso no ataque, a equipe abriu 61 a 56 e o jogo parou. Na volta, o Vera Cruz Campinas cresceu. Com uma bola de três de Carla e uma boa jogada coletiva, as paulistas conseguiram a igualdade, em 61 pontos, e o tempo foi pedido. 

Com o duelo igual, o Campinas cresceu. Buscando um jogo mais cadenciado, com Karla e Licinara ditando o ritmo no ataque, o time paulista abriu 68 a 62 e o confronto parou mais uma vez. 

-José Neto vê com otimismo o futuro da seleção brasileira feminina

Na volta, Karla colocou mais uma bola de 3 e a diferença subiu para 71 a 62. Nos minutos finais, com a marcação carioca mais relaxada, a diferença subiu ainda mais e a partida acabou com vitória de Campinas por 76 a 64. 

Mais em Basquete