Siga o OTD

Michael Jordan - Igualdade Racial - Racismo - Antirracista

Basquete

Jordan doa US$ 100 milhões a organizações de causa antirracista

Lenda do basquete, Jordan irá conceder auxílio por 10 anos e o objetivo é garantir igualdade e justiça racial nos EUA

Jordan faz doação pela justiça e igualdade racial nos EUA (Divulgação)

Jordan doa US$ 100 milhões a organizações de causa antirracista

O lendário jogador de basquete Michael Jordan anunciou que irá doar US$100 milhões (cerca de R$497 milhões) para organizações que atuam na causa antirracista. O auxílio, que será doado através de sua marca, a Jordan Brand, será concedido ao longo dos próximos 10 anos com o objetivo de ajudar na garantia de igualdade racial, justiça social e, assim, maior acesso à educação.

+Astro da NFL se desculpa por critica a protestos; LeBron rebate

“Vidas negras importam. Esta não é uma afirmação controversa. Até que o racismo arraigado, que permite o fracasso das instituições de nosso país, seja completamente erradicado, permaneceremos comprometidos em proteger e melhorar a vida das pessoas negras”, disse Jordan em comunicado.

Manifestação sobre o caso George Floyd

No início da semana, o seis vezes campeão da NBA com o Chicago Bulls também se manifestou sobre o caso de George Floyd, assim como os assassinatos de negros pelas mãos da polícia e a manifestação antirracista que tomou as ruas dos Estados Unidos.

“Estou profundamente triste, com muita dor e com muita raiva. Vejo e sinto a dor, a indignação e a frustração de todos. Eu defendo aqueles que estão chamando o racismo e a violência arraigados contra pessoas de cor em nosso país, porque já tivemos o suficiente”, pontou Jordan.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Dono no time Charlotte Hornets, Michael Jordan já recebeu muitas críticas, porque sua carreira é marcada por evitar posicionamento político ou sobre questões raciais.

Mais em Basquete