Siga o OTD

Ygor Coelho no Super 300 de Barcelona de badminton

Badminton

Sete brasileiros estão no top 100 dos rankings mundiais

Ygor Coelho, Fabiana Silva, Fabrício Farias, Francielton Farias, Jaqueline Lima, Sâmia Lima e Gabriel Cury estão na elite mundial do Badminton, segundo a BWF

Ygor Coelho no Super 300 de Barcelona de badminton - Foto: Reprodução/Facebook

Sete brasileiros estão no top 100 dos rankings mundiais

O Brasil chega ao segundo ano consecutivo com uma boa participação na elite dos atletas de badminton. O país tem sete atletas no Top 100 mundial do Federação Mundial de Badminton (BWF) divulgado na terça (17): Ygor Coelho, Fabiana Silva, Fabrício Farias, Francielton Farias, Jaqueline LIMA, Sâmia Lima e Gabriel Cury.

Ygor Coelho tem a melhor pontuação brasileira na simples masculina. O atleta que participou do Rio 2016 segue há dois anos no Top 50 mundial. Neste mês de março, confirmou a 48ª posição Nas Américas, no Ranking da Badminton Pan American Confederation (BPAC), é o primeiro colocado, seguido por Jason Anthony Ho-shue (49 do mundo), do Canadá e Kevin Cordon (56 do mundo), da Guatemala.

Sem falar que Ygor Coelho tem totais condições de representar o Brasil em Tóquio 2020.

Apenas os 34 primeiros do ranking mundial de simples são elegíveis. Contudo, há um limite de atletas por nacionalidade. No individual, países com dois ou mais atletas entre os 16 melhores do mundo têm direito a duas vagas. De resto, só um atleta por país. O regulamento ainda prevê mais quatro vagas individuais, três por convite e uma garantida ao país-sede, totalizando 38 atletas em cada gênero.

Atual número 48 do ranking mundial, Ygor Coelho, descontando as vagas por país, está oscilando entre a 20ª e a 25ª colocação no ranking olímpico.

Fabiana Silva Pan-Americanos por equipes de Badminton
Fabiana Silva Pan-Americanos por equipes de Badminton – (Alexandre Loureiro/COB/arquivo)

Na Simples Feminina, Fabiana Silva veio de um 2019 na posição 75 e hoje está, firme a atuante, na elite das melhores mulheres, na 62ª colocação. Silva alcançou o pódio no Kenya International 2020, realizado em Thika, no torneio Future Series que concederam pontos para o ranking válido para classificação dos jogos de Tóquio 2020, conquistando o bronze.

Fabiana Silva também tem chances de arranjar uma vaguinha para Tóquio 2020. A brasileira está na 35ª posição no ranking olímpico e é a quarta melhor atleta das Américas.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

As duas duplas brasileiras do badminton também estão bem posicionadas no ranking. A dupla feminina Jaqueline Lima e Sâmia Lima está na posição 47 do ranking, a dupla masculina formada pelos irmãos Farias, Fabrício e Francielton, é a 57ª. A dupla mista formada por Fabrício Farias e Jaqueline Lima está na posição 49ª, ocupando o segundo lugar nas Américas.

No ranking de simples júnior masculino, Gabriel Cury aparece na 75ª posição.

Mais em Badminton