Siga o OTD

Atletismo

Em Cochabamba, Lucas Carvalho leva o ouro nos 400 metros

divulgação

Em Cochabamba, Lucas Carvalho leva o ouro nos 400 metros

No segundo dia do atletismo nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba, Lucas Carvalho venceu a prova dos 400 metros rasos e garantiu o ouro para o Brasil; Geisa Coutinho ficou com a prata no feminino

O atletismo brasileiro segue conquistando medalhas nos Jogos Sul-Americanos de Cochabamba. Na manhã de quarta-feira (6), Lucas Carvalho disputou a final dos 400 metros rasos e foi arrasador. O brasileiro cruzou em primeiro a linha de chegada e garantiu a sua medalha dourada. Hederson Estefani, outro brasileiro na prova, acabou em quarto lugar, enquanto Geisa Coutinho, nos 400 metros rasos feminino, ficou com a prata.

+ CONFIRA O QUADRO DE MEDALHAS

Lucas Carvalho já tinha feito o melhor tempo nas eliminatórias (47.58), mas sabia que teria que melhorar e muito o sua marca se quisesse alguma chance de subir no pódio. Mas o brasileiro fez mais na grande final. Com o tempo de 45.61, quase dois segundos mais rápido do que na preliminar, Lucas garantiu o ouro para o Brasil e subiu no lugar mais alto do pódio.

Contudo, a vitória brasileira foi bem apertada. O colombiano Yilmar Andres Herrera Madera chegou coladinho com Lucas Carvalho na linha de chegada. Ylmar ficou com a prata após fazer os 400 metros em 45.64, cerca de 0.03 segundos atrás do brasileiro. O bronze foi para Winston Oudkerk George, da Guiana, que também chegou perto com o tempo de 45.67.

+ ASSISTA AO VIVO OS JOGOS SUL-AMERICANOS

O quarto lugar ficou com o brasileiro Hederson Estefani. Hederson, que tinha feito o tempo de 47.05 na preliminar, melhorou sua marca (46.15) em quase um segundo, mas não foi o suficiente para beliscar um pódio.

+ CONFIRA A AGENDA DO BRASIL

Geisa prateada

Já nos 400 metros rasos feminino, o Brasil conquistou a prata com Geisa Coutinho. A brasileira pegou a segunda colocação após completar a prova em 52.93. O ouro foi para a colombiana Yenifer Padilla Gonzalez, que subiu no lugar mais alto do pódio com o tempo de 52.14, e o bronze ficou com a chilena Fernanda Mackenna Cooper.

Geisa tinha feito a melhor marca (52.90) na eliminatória, mas não conseguiu repetir o mesmo desempenho na final.

Mais em Atletismo