Siga o OTD

Atletismo

Vitória Rosa e Juliana Campos brilham no Ibero-Americano

Juliana conquistou a medalha de prata no salto com vara após quase não conseguir embarcar para a competição. Vitória venceu os 100 m, e o Time Brasil fez mais dois pódios no primeiro dia de disputas

Juliana Campos no Salto com Vara Feminino
Juliana Campos (Raul Vasconcelos/rededoesporte.gov.br/arquivo)

Foi de Vitória Rosa a primeira medalha de ouro do Brasil no Campeonato Ibero-Americano de Atletismo. Ela venceu os 100 m marcando 11s22 na grande final, disputada nesta sexta-feira (20), primeiro dia de competições na Espanha. Na mesma prova, mas no masculino, Felipe Bardi conquistou a medalha de prata, e o Time Brasil foi mais duas vezes ao pódios no dia, ambas nas provas de campo. Juliana Campos ficou com a prata salto com vara após ter de superar muitos problemas no embarque e quase ficar fora da competição. No lançamento do dardo, Jucilene Lima conquistou o bronze.

Felipe Bardi ficou em segundo lugar nos 100 m masculino cravando 10s26 na final. O campeão foi o cubano Shainer Reginfo com 10s15. O outro brasileiro na prova, Erik Cardoso, chegou perto da medalha. Foi o quarto com 10s32, um centésimo atrás do argentino Franco Florio. No feminino, Ana Cláudia Lemos também representou o país nos 100 m e foi a sétima melhor com 11s57. Nas semifinais da prova no Ibero-Americano de Atletismo, três dos quatro velocistas passaram vencendo as respectivas baterias. Felipe Bardi e Erik Cardoso fizeram inclusive o mesmo tempo, 10s22, cada um em uma disputa. No feminino, Vitória Rosa ganhou a dela com 11s15 e Ana Cláudia Lemos foi a quarta com 11s37.

Vitória Rosa atletismo Mundial indoor de atletismo recorde sul-americano Ibero-Americano
Vitória Rosa (Wagner Carmo/CBAt/arquivo)

Medalhas no campo

No salto com vara feminino, Juliana Campos foi prata com 4m30, melhor marca dela na temporada, e perdeu o ouro para Monia Clemente no desempate. A espanhola fez os mesmos 4m30 da brasileira e só venceu porque superou os 4m no primeiro salto e a brasileira precisou do terceiro. Já no dardo, Jucilene chegou em 57m86 para garantir o bronze, ficando atrás apenas da equatoriana Juleysi Angulo, a campeã com 60s91, e da colombiana Flor Ruiz, vice com 60m52. Além de Juliana Campos, Isabel Demarco também competiu no salto com vara após confusão no embarque e ficou em quarto com 4m10. Rafaela Torres competiu no dardo e foi a 10ª com 45m30.

No salto em distância masculino, Gabriel Boza foi o sétimo com 7m78 e Alexsandro Melo o nono melhor com 7m40. No lançamento do martelo, Allan Wolski foi o quarto com 72m24 e Luis Gustavo Aguiar ficou em sétimo com 67m97. No salto em distância feminino, Eliane Martins e Lissandra Campos ficaram sem marca. Por fim, no heptatlo, Raiane Vasconcelos Procópio sentiu câimbras ainda no aquecimento para a primeira prova, os 100 m com barreiras. Ela ainda tentou correr, mas não teve sucesso.

Felipe Bardi Torneio Internacional São Paulo de atletismo
Felipe Bardi (Wagner Carmo/CBAt/arquivo)

Mais pista

O primeiro dia do Ibero-Americano de Atletismo teve outras provas de pista com muitos brasileiros em ação. Nos 400 m, todos passaram pela semifinal, tanto na com quanto na sem barreiras. No feminino sem barreiras, Tabata de Carvalho e Tiffani Marinho avançaram. Tabata foi a terceira em uma das duas baterias semifinais com 53s48 e Tiffani foi a quarta na outra com 52s26. No masculino, somente Vitor Hugo de Miranda correu pelo Time Brasil e ele se classificou em terceiro com 46s72. Nas 400 m com barreiras, Liliane Cristina Parrela (57s46) e Chayenne da Silva (57s62) se classificaram no feminino e, no masculino, foram Márcio Teles (51s56) e Mahau Suguimati (52s16).

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Nos 800m, Jaqueline Weber passou com o primeiro tempo da bateria dela na semifinal, 2min05s42, e vai para a final. Flávia Maria de Lima ficou em quarto na dela e foi eliminada com 2min07s11. Nos 800 m masculino, Guilherme Kurtz foi o segundo da semi dele e avançou para a final. Eduardo Moreira foi eliminado. Nos 3.000, Jean Carlos Dolberth fez o melhor tempo dele na temporada, 9min00s15, e foi o décimo na prova. Matheus Estevão da Silva foi o 12º com 9min04s65 no Ibero-Americano de atletismo.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Atletismo