Siga o OTD

Paulo André - Keila Costa - Troféu Brasil de atletismo

Atletismo

Paulo André é pentacampeão e Keila Costa conquista 7º título no Troféu Brasil

Paulo André corre abaixo dos 10s10 pela 13ª vez e conquista o 5º título, enquanto Keila Costa é hepta. Confira os destaques

(Divulgação/EC Pinheiros)

Paulo André é pentacampeão e Keila Costa conquista 7º título no Troféu Brasil

Na manhã desta sexta-feira (11), foi realizado o segundo dia do Troféu Brasil de atletismo, disputado em São Paulo. Os destaques foram Paulo André, que conquistou o pentacampeonato nos 100m da competição, correndo abaixo dos 10s10, e Keila Costa, que faturou o sétimo título no salto triplo da competição.

Paulo André teve que brigar contra o forte vento em São Paulo para garantir mais uma medalha de ouro para a carreira. Ela repetiu o tempo das eliminatórias, vencendo os 100m com 10s09. É a 13ª vez que ele correu abaixo dos 10s10.

+Allan Wolski e Mariana Marcelino são ouro na abertura de Troféu Brasil

Logo atrás, ficou Felipe Bardi com a medalha de prata, terminando a prova em 10s14. Na sequência, Rodrigo do Nascimento fechou o pódio, com tempo de 10s24. Derick Souza bateu na trave, ficando em quatro, com a marca de 10s29.

“Desta vez tive uma energia surreal, um combustível extra, que foi a notícia de que serei pai de um menino em setembro. Estou muito feliz e ansioso. Esperava uma marca melhor, mas depois da chuva achei a pista pesada. Isso não é desculpa. Os atletas têm de estar prontos para enfrentar qualquer situação. Agora é focar nos treinos para a Olimpíada, ganhar na parte técnica e no desempenho físico”, destacou Paulo André.

Já no salto triplo, Keila Costa brilhou mais uma vez, faturando seu sétimo título no Troféu Brasil de atletismo, com a marca de 13,79m. Mas, não faltou drama, já que, no sexto e último salto, ela sofreu uma contratura no reto femural da perna direita, lesão de grau 1. Gabriele dos Santos ficou com a medalha de prata, marcando 13,64m. E Ketllyn Pamela Daniel Zanette completou com o pódio, com 13,43m.

Mais resultados

A chegada dos 100m feminino no Troféu Brasil foi recheada de emoção. Ana Claúdia Lemos foi a grande campeã, com 11s62, seguida de muito perto por Bruna Farias, com 11s63 (622) e Ana Carolina Azevedo 11s63 (629). A quarta colocada foi Lorraine Martins, com 11s64. Vale lembrar que Ana Cláudia enfrentou uma suspensão por doping e várias lesões seguidas nos últimos anos, sendo a mais grave no tendão de Aquiles direito em 2018, quando pensou em encerrar a carreira.

“Meu ciclo olímpico foi muito difícil. Consegui provar minha inocência no caso do doping e me recuperar dos problemas físicos. Este foi meu quinto título do Troféu Brasil, um alívio e um grande ânimo”, disse a velocista, que espera a qualificação do Brasil para os Jogos Olímpicos no revezamento 4×100 m.

Nos 100m com barreira, Ketiley Batista foi a campeã, com 13s04, e praticamente assegura a vaga em Tóquio pelo ranking. Ela só perde se outras doze outras atletas que ainda não tem índice, o fizerem até o fim do mês. E Rafael Henrique Campos Pereira venceu no masculino, com 13s50.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK

Livia Avancini venceu o arremesso de peso no Troféu Brasil com 17,14m, deixando a Geisa Arcanjo em segundo com 17,01m. Geisa ainda deve conseguir a vaga olímpica pelo ranking. Na marcha atlética 20.000m, Viviane Lyra foi a campeã, com 1h36min31s50, seguida de Gabriella Muniz, com 1h38min44s37. Vale lembrar que Erica Sena, no entanto, não disputou a prova.

Por fim, no salto em altura, Augusto Dutra foi o campeão, fazendo 5,72m, sua melhor marca pessoal e novo recorde do Troféu Brasil. O recorde anterior era de Fábio Gomes da Silva, com 5,71 m, desde 2014. E no salto em altura, Fernando Carvalho venceu a prova, com 2.27m.

Mais em Atletismo