Siga o OTD

Handebol

Conheça Mariane Fernandes, uma das caras novas da seleção feminina

Mariane Cristina é uma das seis novidades que fazem parte do processo de renovação do grupo para os Jogos de Paris, em 2024.

Conheça Mariane Fernandes, uma das caras novas da seleção feminina

Das 18 jogadoras convocadas para a disputa do Campeonato Sul-Centro Americano, que vale vaga para o Mundial de handebol feminino, 12 fizeram parte da equipe que participou dos Jogos Olímpicos de Tóquio e seis são novidades, chamadas pelo técnico Cristiano Rocha para iniciar o processo de renovação focado em Paris-2024. Entre as caras novas está Mariane Fernandes, armadora esquerda do Bera Bera, da Espanha.

Mariane Fernandes tinha o sonho de jogar futebol, mas foi com 13 anos na sua escola que se apaixonou pelo handebol. Na sua transferência do Rio de Janeiro para a tradicional Metodista ainda nas categorias de base, Mari teve um começo muito díficil, pois sofreu muito com a saudade da família. Pensou em desistir e voltar para a casa, mas as pessoas que conheceu em São Bernardo do Campo a ajudaram e a fizeram se sentir em casa, aliviando a dor da adaptação e da mudança.

+ Seleção brasileira é convocada para a disputa do Sul-Centro

A passagem pela Seleção Brasileira de Handebol Júnior

Quando ainda estava na Metodista, Mariane Fernandes participou da formação da Seleção Júnior, protagonizando campeonatos de extrema importância para sua geração. Essa experiência foi decisiva para a decisão de sair do país pois antes disso, a vontade de jogar no exterior ainda não existia.

Foi graças a essa convocação que alguns agentes começaram a entrar em contato com Mariane Fernandes. Propostas para atuar na Europa foram surgindo, mas a mudança aconteceu somente após cumprir os compromissos que ela tinha com a Metodista.

Mariane Fernandes aceitou seu primeiro desafio na Europa para atuar na Noruega e acredita que saiu no momento certo.

“Infelizmente no Brasil cada ano que passa tem menos times, menos jogos. Está cada vez mais triste.”

Mari atuando na Europa. Crédito: arquivo pessoal

A convocação para o Torneio Quatro Nações de 2017

Em quatro anos muitas mudanças podem acontecer e isso nao foi diferente para a Mari.

“Claro que com a convocação para o torneio eu fiquei muito feliz. Independente de eu não ter ido para o campeonato, foi uma semana de aprendizado e uma experiência incrível. Agora depois de quatro anos jogando aqui na Europa, em alto nível, eu me sinto mais madura e experiente. Durante este período passei por dois clubes o que colaborou muito para melhoria do meu desempenho em quadra.”

O sonho dos jogos Olímpicos de Paris-2024

O primeiro sonho da Mariane Fernandes foi cumprido com a convocação para o Sul-Centro: participar de um campeonato oficial com a Seleção Brasileira de Handebol Adulta.

“E agora um passo de cada vez. Espero poder fazer um bom campeonato, e depois continuar trabalhando para seguir fazendo parte de outras convocações. E, é claro, meu maior sonho é poder participar das Olimpíadas.”

+ Siga o OTD no YOUTUBE, no INSTAGRAM e no FACEBOOK

Mais em Handebol