Siga o OTD

#5fatos que você não sabia sobre Caio Souza

Ginástica Artística

#5fatos que você não sabia sobre Caio Souza

No quadro do OTD, conheça 5 curiosidades sobre o atleta Caio Souza, da ginástica artística. Assista!

Já é tradição, toda quarta-feira é dia do quadro #5fatos aqui no Olimpíada Todo Dia. O personagem de hoje é o ginasta Caio Souza. O carioca de 26 anos conquistou dois ouros no Pan de Lima 2019, além de competir em vários aparelhos. Vamos descobrir um pouco mais do atleta? Assista ao vídeo!

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

OUTROS VÍDEOS COM CAIO SOUZA NO OTD

+ Parceria, amizade e superação: a dobradinha inédita de Caio Souza e Nory no individual geral

+ “Eu falei que ia fazer história nesse Pan e acho que consegui”, diz Caio Souza após medalha

+ Caio Souza explica lesão e se diz 100% pros Jogos #OTDnoPan

+ Resumo #7: ouro da ginástica masculina e mais 4 medalhas

QUEM É CAIO SOUZA?

Caio Souza, da Ginástica Artística, na arte do quadro 5 fatos (Caio Poltronieri)
Caio Souza, da Ginástica Artística, na arte do quadro 5 fatos (Caio Poltronieri)

Nascido em Volta Redonda, Caio Souza começou bem cedo a praticar esportes, mas se engana quem acha que a ginástica artística foi o primeiro esporte do atleta. Caio e o irmão praticavam caratê, mas devido a sua baixa estatura, aos 3 anos de idade foi aconselhado a buscar outro esporte. Matriculado em uma escolinha de ginastica da cidade, Caio treinou em Volta Redonda até os sete anos de idade, quando se mudou para o Rio de Janeiro transferido para o Flamengo. Em 2013 se mudou para São Bernardo do Campo, onde ainda treina.

Melhor generalista do país na atualidade, o ginasta de 1,64 metros, coleciona vários títulos nacionais e internacionais, como o ouro na barra fixa na etapa de Varna da Copa do Mundo de 2017 e os títulos por equipe e na barra fixa no Sul-Americano de Cochabamba em 2018. Nos Jogos Pan-Americanos de Toronto em 2015, caio foi medalhista de prata por equipes e bronze no individual geral.

+ VEJA A PÁGINA ESPECIAL DO ATLETA

No Campeonato Mundial do mesmo ano, disputado na China, Caio esteve presente na equipe que conseguiu a inédita classificação para os Jogos Olímpicos. No mundial de 2017 o ginasta conseguiu sua primeira final individual, terminando em 15º no Individual Geral. Na edição seguinte, Doha 2018, Caio avançou para três finais: equipes, terminando em 7º lugar, salto, onde foi o 8° e no Individual Geral, onde foi o 13º. O ano de 2019 trouxe alguns dos resultados mais expressivos do ginasta.

No Pan de Lima, Caio foi campeão com a equipe e medalhista de prata nas barras paralelas. Além disso, Caio foi medalhista de ouro no individual geral, tornando-se o ginasta mais completo do continente e o primeiro brasileiro a atingir esse feito. O ginasta esteve presente ainda no mundial de 2019, onde classificou a equipe para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020, além de terminar em 13° no Individual Geral, repetindo sua posição na edição passada.

Mais em Ginástica Artística