Siga o OTD

Rúgbi

Campeão olímpico de Fiji é preso por desrespeitar quarentena

Semi Kunatani e outro atleta que não teve o nome divulgado tomaram uma bronca pública da união de rúgbi daquele país

Semi Kunatani, jogador de rúgbi, atleta de Fiji preso coronavírus
Semi Kunatani, jogador de rúgbi e atleta de Fiji (facebook/worldrugby)

A União de Rúgbi de Fiji criticou publicamente dois de seus melhores jogadores que foram detidos por não cumprir as ordens de isolamento social na Nova Zelândia impostas por causa do coronavírus. Segundo informações da media local, um dos que foi preso é Semi Kunatani, campeão olímpico de rúgbi sevens na Rio 2016.

O outro atleta não foi identificado, mas ambos já estão de volta a Fiji, onde já foram reportados 12 casos de coronavírus. Na Nova Zelândia, a quarentena em decorrência do coronavírus é de 14 dias.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

“Nós condenamos veementemente o comportamento dos dois jogadores e o desrespeito a lei do isolamento,”declarou John O’ Connor, executivo chefe do Rúgbi de Fiji.

“Tamanha irresponsabilidade é inaceitável e nós apoiamos completamente as ações da polícia em detê-los. A União de Rúbgi de Fiji tomará as ações disciplinares apropriadas contra os dois atletas, incluindo o aviso desses comportamentos irresponsáveis aos seus clubes e a confederação internacional de rúgbi. Semi Kunatani joga no Harlequins Club, de Londres.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

No Quênia, prisão foi no bar

O ex-recordista mundial da maratona Wilson Kipsang foi preso na cidade de Iten, no Quênia, por desrespeitar o toque de recolher imposto pelo governo daquele país como uma das medidas de combate à pandemia de coronavírus.

Wilson Kipsang estava entre um grupo de vinte pessoas que se trancou em um bar para ficar consumindo bebida alcoólica. Além do maratonista, que também é policial, havia um político local dentre os detidos.

Mais em Rúgbi