Siga o OTD

Paralímpicos

Camping Escolar Paralímpico reúne quase 100 promessas

Jovens atletas que se destacaram nas Paralimpíadas Escolares de 2018 ficarão no Centro Paralímpico Brasileiro para treinamentos

Camping Escolar Paralímpico 2019
Daniel Zappe/CPB/MPIX

A segunda fase do Camping Escolar Paralímpico 2019 está marcada para ocorrer entre os dias 25 de junho e 3 de julho, em São Paulo. No total, são 98 jovens atletas que se destacaram nas Paralimpíadas Escolares de 2018 ficarão hospedados no Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, para treinamentos.

O Camping Escolar Paralímpico tem como objetivo proporcionar a jovens atletas, com idade entre 12 e 17 anos, o primeiro contato com a rotina de um atleta de alto rendimento.

Na primeira etapa, no fim de janeiro, eles passaram por testes e avaliações, treinos especializados para melhoria de suas performances, além de palestras com técnicos do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e atletas profissionais. Eles foram avaliados durante todo esse período e a intenção, agora, é de que mostrem progresso.

“A segunda fase é ainda mais importante do que a primeira, que foi um primeiro encontro para mostrar a eles toda a agenda e a vivência de um atleta de alto rendimento. A partir daquele momento, nós acompanhamos todos os atletas, inclusive nas competições nacionais. Nosso objetivo é prepará-los para que em 2024 ou 2028, representem o Brasil nos Jogos Paralímpicos”, comenta o Coordenador de Desporto Escolar do CPB, Ramon Pereira.

“Nós tivemos algumas reuniões com os técnicos responsáveis, passamos para eles toda a periodização dos treinamentos, as avaliações que nós fizemos aqui e agora vamos reavaliá-los. Eles precisam apresentar resultados melhores nas avaliações dos que obtivemos na primeira fase”, completa Ramon Pereira.

Esta é a segunda edição do Camping Escolar Paralímpico. No ano passado, as modalidades foram atletismo e natação paralímpicos. Na edição deste ano, foram acrescentadas as seguintes modalidades: bocha, basquete em cadeira de rodas, futebol de 5 (para cegos), futebol de 7 (para paralisados cerebrais), goalball, judô, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

Mais em Paralímpicos