Siga o OTD

Ginástica Artística

De Porto Alegre a São Bernardo: a história de Jared Azzarini

Conheça a história de Jared Azzarini, ginasta de apenas 21 anos que treina com Diego Hypólito e busca seu espaço na seleção brasileira.

A ginástica entrou por acaso na vida de Jared Azzarini. A família humilde do atleta reconhecia a importância do esporte, e fez questão de que o menino iniciasse as atividades logo aos sete anos de idade. A escolha foi por um clube que oferecia aulas de ginástica artística sem custo, em Porto Alegre.

“Comecei brincando”, contou Jared Azzarini em entrevista exclusiva ao Olimpíada Todo Dia, durante uma visita ao Beach Park, em Fortaleza. “Lá não tinha profissional e o técnico viu que eu estava me desenvolvendo bem rápido e falou ‘Olha, tu precisa fazer um teste em um clube realmente profissional, porque aqui a gente só trabalha com ginástica profissional feminina”, acrescentou.

Foto: Olimpíada Todo Dia

E foi assim que o atleta chegou ao Grêmio Náutico União (GNU), onde permaneceu até os 15 anos. Em 2012, surgiu uma oportunidade irrecusável: treinar em São Paulo, no Clube SERC Santa Maria. Jared tomou coragem, se mudou sozinho e passou pouco mais de um ano treinando em São Caetano do Sul. No início, o atleta recebia apenas 200 reais por mês para se manter longe da família. Pouco depois, então, recebeu outra proposta, de São Bernardo do Campo, seu clube atual.

“Eu fui sozinho. No início, morava em uma república e não é bom. Passei bastante perrengue e foi difícil, mas eu não estaria aqui hoje. Sou muito grato por tudo, tive muitas pessoas que me ajudaram e agradeço a Deus também por tudo o que eu consegui através desse esporte”, relembrou.

Longe de sua cidade natal, Porto Alegre, há aproximadamente seis anos, o atleta se diz adaptado a São Paulo. “Não sei se prefiro voltar para Porto Alegre ou continuar aqui, não sei o que vai ser daqui para frente. Mas eu amo São Paulo e amo minha cidade também”, brincou.

Foto: Divulgação

Jared teve sua primeira participação na seleção brasileira aos 14 anos, e pela equipe adulta aos 20. Hoje, com 21, treina ao lado do medalhista olímpico Diego Hypólito, e também já treinou com Arthur Zanetti. Pensando no futuro, o ginasta tem esperança em uma carreira próspera. Além da ginástica artística, porém, o Jared não esconde seu entusiasmo com as câmeras.

“Amo estar no meio artístico. Mas ainda, com certeza, meu foco é a ginástica. E eu pretendo viajar mundialmente, só não viajei porque sofri um acidente, eu ia para a minha primeira Copa do Mundo e acabei tendo que fazer uma cirurgia no meu peito. Mas enfim, estou voltando e logo estou viajando novamente para defender o Brasil”, concluiu Jared, relembrando da fratura que sofreu no osso esterno, no final de 2017.

Colecionador de conquistas, não de medalhas

Apesar de ter apenas 21 anos de idade, Jared Azzarini coleciona conquistas na ginástica artística nacional. Suas medalhas, porém, nem sempre vão para um cantinho especial em sua própria casa. Para o atleta, muitas pessoas que estão por trás da conquista também merecem esse reconhecimento.

Foto: Reprodução/Instagram

“Eu tenho mania de dar as minhas medalhas, porque tem algumas pessoas que não ganham, como a comissão técnica. Tem muita gente que não é valorizada, e não precisa nem ser da ginástica, mas uma pessoa que me ajudou a chegar onde eu cheguei, então eu dou uma medalha como gratidão, de presente”, contou Jared.

Entre as pessoas que receberam o presente especial de Jared, está Gabi, professora de inglês a qual o atleta carrega muito agradecimento.

“Eu viajei para o Pan-Americano e eu não conseguia falar nada. Eu nunca quis aprender inglês, eu odiava inglês. Aí eu comecei a estudar inglês e minha professora me ajudou muito nisso”, relembrou o atleta.

Mais em Ginástica Artística