Siga o OTD

Wrestling

Campeonato Brasileiro Interclubes marca retomada de competições na Paraíba

Torneio acontece pela segunda vez na história da modalidade

Campeonato Brasileiro Interclubes marca retomada de competições na Paraíba
Clube Campestre vai receber o Campeonato Brasileiro Interclubes (Reprodução CBW)

Os principais atletas do país disputam neste domingo (24), a partir das 8h, o Campeonato Brasileiro Interclubes de Wrestling 2021, no Clube Campestre, em Campina Grande (PB).

O torneio realizado pela Confederação Brasileira de Wrestling (CBW) em parceira com o Comitê Brasileiro Interclubes de Clubes (CBC) acontece pela segunda vez na história da modalidade (a primeira foi em Natal-RN em 2019) e marca o primeiro evento de porte nacional de wrestling realizado no estado da Paraíba.

O presidente da Federação Paraibana de Lutas Associadas, Adjailson Coutinho, não esconde a felicidade de sediar o torneio e afirma que a competição vale muito mais que medalhas e pontos no Ranking da CBW.

+ Luana Carvalho conquista a medalha de bronze no Mundial Júnior de judô

“É uma felicidade muito grande a Paraíba receber um torneio da envergadura do Campeonato Brasileiro Interclubes de Wrestling. Em virtude da pandemia, o esporte como um todo no estado parou. Como a maioria de nossos alunos vem de Projetos Sociais, muitos não puderam praticar a modalidade e decidiram não continuar no esporte. Esse Campeonato vai muito além do que uma simples competição. Ele vai reacender a chama do esporte na Paraíba e tenho certeza que será um grande sucesso”, explicou Adjailson.

Celeiro

Um dos criadores da Federação Paraibana nos anos 90, Adjailson é oriundo do judô e conta sobre a mudança de perfil dos atletas do estado. Nos primórdios, atletas oriundos do judô migraram para o wrestling e conseguiam bons resultados nacionais. Atualmente, o cenário é diferente. Com locais de treinamento específicos, apoio aos treinadores e árbitros locais, a Paraíba vem formando atletas.

Nomes como Adrianny Caetano entre os cadetes; Gemerson Moura, Lisly Lima e Marcos Silva entre os juniores, são atletas da geração paraibana que figuram nos pódios nacionais. Marcos Silva vai representar a Paraíba e o Brasil na primeira edição do Jogos Pan-americanos Júnior, em Cali, na Colômbia. Adjailson divide o sucesso com treinadores e explica o sucesso da gestão.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

“Sou professor de Legislação Esportiva na Universidade Federal da Paraíba e apaixonado pelo esporte. Também comandei a Associação de Federação Esportivas do estado e procuro dar espaço a todos que queiram trabalhar com o esporte e dialogar. Em competições, prefiro deixar que treinadores e árbitros viajem para que  possam se aprimorar e aprimorar o trabalho na Paraíba. Todos que querem trabalhar pelo wrestling são bem vindos, sem vaidade e com muito diálogo. É comum as pessoas criticarem primeiro antes de conversar, por isso sempre busco o diálogo”, frisou Adjailson.

GIULLIA PENALBER CAMPEONATO BRASILEIRO DE WRESTLING -
Giulia Penalber em ação no Brasileiro Interclubes de wrestling

Mais em Wrestling

viagra