Siga o OTD

Canoagem Velocidade

Isaquias Queiroz fatura o tri mundial do C1 500m

Guilherme Costa

Isaquias Queiroz fatura o tri mundial do C1 500m

Campeão em 2013 e 2014, canoísta Isaquias Queiroz garante a medalha de ouro no Mundial de Portugal e leva o tricampeonato

Já é tradição. Toda vez que participa de um Campeonato Mundial adulto, Isaquias Queiroz conquista uma medalha. Nesta sexta-feira, ele levou o ouro na prova do C1 500m, a canoa individual para uma pessoa, no Mundial que está sendo disputado em Montemor-O- Velho, em Portugal. Ele deixou para trás Sebastian Brendel, que se esforçou tanto no final para alcançar o brasileiro, que acabou virando o barco, e Martin Fuksa. É o terceiro título mundial dele nesta prova.

” Eu não larguei bem, mas fui entrando no ritmo da remada. Vi que tinha deixado o Fuksa para trás, aí vi que já estava em primeiro. Mas nos últimos metros eu travei, travei mesmo, a remada não entrou. Aí na chegada fiquei na dúvida se tinha ganho ou não. Mas ganhei, dessa vez eu ganhei na chegada”, disse, se relembrando quando virou o barco no Mundial de 2014 a poucos metros do fim, na disputa pelo ouro com o mesmo Sebastian Brendel.

O histórico de Isaquias em Campeonatos Mundiais é impressionante. Até esta sexta-feira, eram sete medalhas na história do evento. No C1 500m ele foi campeão em 2013 e 2014. No c1 1000m, ele tem no currículo os bronzes em 2013 e 2017. No c2 1000m, foi campeão em 2015. No c1 200m foi bronze no Mundial de 2015. Ele ainda tem um pódio no C2 200m de 2014, quando foi bronze.

O atleta dedicou mais uma conquista ao técnico espanhol Jesus Morlán, que comanda os atletas brasileiros da canoa há cinco anos:

“Eu acho que não tem como falar que foi 50% ou 80%. Foi 100% por causa do Jesus que eu consegui esse título. Não só esse, como toda minha carreira, veio por conta do treinamento dele” disse.

A principal prova de Isaquias é o C1 1000m, que é a distância que será disputada os Jogos Olímpicos. Ele passou, na quinta-feira, com folga pelas eliminatórias, e nem precisou da semifinal. A decisão é neste sábado, às 7h31 no horário de Brasília.

Mais em Canoagem Velocidade