Siga o OTD

Vôlei de Praia

Ágatha e Duda se recuperam de derrota na estreia e vencem a primeira no Finals

Ágatha e Duda levam susto no segundo set, mas se recuperam e vencem as medalhistas olímpicas no World Tour Finals

Ágatha e Duda - Finals de Vôlei de Praia
(Divulgação/FIVB)

Depois de estrearem com derrota no World Tour Finals de vôlei de praia, Ágatha e Duda se recuperaram nesta quinta-feira (7). Pelo segundo jogo da competição em Cagliari, na Itália, as representantes brasileiras e atletas do Time Dux Nutrition encararam as suíças Vergé-Depré e Heidrich, medalhistas de bronze em Tóquio, seguraram a reação no segundo set e venceram a partida no tie-break, com parciais de 21/18, 23/25 e 15/11.

Com o resultado, Ágatha/Duda soma a primeira vitória no Finals e seguem na briga. Vale lembrar que o primeiro de cada grupo avança direto para a semifinal, enquanto o segundo e terceiro colocados da chave precisarão disputar as quartas de final na Itália.

As brasileiras estão no Grupo B da competição. Elas somam três pontos pela derrota na estreia e a vitória nesta quinta. Pavan/Melissa, Sponcil/Claes e Vergé-Depré/Heidrich têm quatro pontos cada, enquanto Keizer/ Meppelink não venceu nenhum confronto.

Agora, nesta sexta-feira (08), Ágatha e Duda disputam suas duas últimas partidas da fase de grupos do Finals de vôlei de praia. Elas enfrentam Sarah Sponcil e Kelly Claes, dos Estados Unidos, às 6h (de Brasília). E às 14h, as representantes do Brasil encaram as holandesas Sanne Keizer e Madelein Meppelink.

O jogo

Ágatha e Duda começaram melhor no jogo, abrindo vantagem logo nos primeiros pontos. As suíças, entretanto, não demoraram para se encontrar em quadra e empatar o marcador. Com isso, as duplas passaram a se alternar na liderança do placar, sem conseguir colocar uma diferença considerável. Na metade da parcial, as brasileiras se impuseram e voltaram a abrir quatro pontos de frente. Assim, elas administraram a vantagem para chegar ao set point. Vergé-Depré e Heidrich ainda salvaram o primeiro, mas Ágatha e Duda fecharam o set e largaram na frente.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Já a segunda parcial começou bem mais equilibrada, com as duplas se alternando na liderança do placar mais uma vez. A igualdade seguiu durante praticamente todo o set. Mas, no finalzinho, com Duda defendendo muito bem, as brasileiras enfim conseguiram abrir três pontos de vantagem, ficando perto de fechar o jogo. Ágatha e Duda tiveram quatro match points, mas não aproveitaram e deixaram as suíças empatarem de novo. Na sequência, elas voltaram a trocar pontos, mas quem levou a melhor foram Vergé-Depré e Heidrich, que empataram a partida.

No tie-break, as brasileiras voltaram melhor e conseguiam se manter a frente no placar com uma vantagem na casa dos três pontos. Desta vez, Ágatha e Duda não cederam a virada e mantiveram a diferença, chegando ao match point e fechando a partida.

Retrospecto favorável ao Brasil

Na história do World Tour Finals o Brasil tem 12 medalhas. Na primeira edição, em 2015 em Fort Lauderdale (EUA), foram quatro medalhas ouro com Alison/Bruno Schmidt e Larissa/Talita, e o bronze de Pedro Solberg/Evandro e Ágatha/Bárbara Seixas.

Toronto recebeu a competição em 2016 com ouro para Alison/Bruno Schmidt e prata para Pedro Solberg/Evandro. Em 2017 o evento aconteceu em Hamburgo (ALE) e Evandro/André ficou com a prata no masculino, mesmo resultado de Ágatha/Duda no feminino, que ainda teve o terceiro lugar de Larissa/Talita.

A cidade alemã recebeu novamente o Finals em 2018 que contou com o título de Ágatha/Duda. A edição mais recente foi em 2019, em Roma (ITA), e o Brasil subiu ao pódio feminino com Ágatha/Duda em segundo e Ana Patrícia/Rebecca em terceiro.

REVEJA- ÁGATHA E DUDA x VERGÉ-DEPRÉ E HEIDRICH – WORLD TOUR FINALS 2021

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Vôlei de Praia