Siga o OTD

Circuito Brasileiro de vôlei de praia

Vôlei de Praia

Com campeã olímpica, Circuito Brasileiro começa com fase qualificatória

De volta às areias, Mari (SP) consegue avançar para o qualifying ao lado de Eunyce (AL) em dia com sol, vento e chuva no Rio de Janeiro

Divulgação

Com campeã olímpica, Circuito Brasileiro começa com fase qualificatória

Em um dia em que as condições climáticas também testaram os atletas, o torneio pré-qualifying deu início primeira etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia 2021. Enfrentando sol, vento e chuva nesta terça-feira (21), quatro duplas de cada naipe garantiram classificação para o qualifying, que será disputado nesta quarta (22) no Rio de Janeiro (RJ), a partir de 8h.

-Marcus D’Almeida brilha e se classifica em segundo para o mata-mata do Mundial

Campeã olímpica na quadra e de volta às areias nesta temporada, Mari foi uma das classificadas nesta terça-feira, jogando ao lado de Eunyce. Manu Sherman/Welly, Karol/Aninha e Andréa Martins/Giovana completam a lista das duplas que avançaram no torneio feminino da etapa do Circuito Brasileiro de vôlei de praia.

“Estrear no vento, em uma situação dessa, para mim foi um pouco estressante. Mas todo começo tem que começar de algum lugar. E o vôlei de praia todo mundo sabe que depende do tempo. É até bom para já ir me acostumando, é uma experiência para entender as coisas que podem estar por vir, coisas que na quadra não existe, que a gente tem que se habituar. Fiquei muito feliz de sair com duas vitórias. A Eunyce ajudou bastante, porque realmente não tenho tanta experiência com vento e chuva”, destacou Mari.

Na disputa masculina, os classificados foram Luizão/Gaia, Patrick Miranda/Mateus Manaus, Pablo/Yuri e Pedro Carvalho/Romildo.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Patrick Miranda e Mateus Manaus se classificaram (Divulgação/CBV)

“A gente veio direto do sub-21, desde quinta-feira jogando, foram cinco jogos e cinco tie-breaks. A gente está em um embalo bom, um pouco cansado, mas ajudou bastante. O sol de manhã estava quebrando tudo, muito quente. E, agora à noite, um vento, um gelo, começou a chover no finalzinho do jogo. Foi pegado. Mas deu para fazer um jogo bom, meu parceiro ajudou bastante, foi muito bom”, disse Mateus Manaus, terceiro colocado no torneio sub-21 que terminou nesta segunda (20).

Mais em Vôlei de Praia