Siga o OTD

Superpraia

Vôlei de Praia

Guto/Anthur Mariano e Bárbara/Carol Solberg conquistam o Superpraia

Fechando a temporada, Guto/Anthur Mariano e Bárbara/Carol Solberg venceram as finais masculina e feminina por 2 sets a 0 e conquistaram o Superpraia

William Lucas/Inovafoto/CBV

Guto/Anthur Mariano e Bárbara/Carol Solberg conquistam o Superpraia

Na decisão do Superpraia da atual temporada Guto/Arthur Mariano e Bárbara Seixas/Carol Solberg ficaram com o ouro. Na manhã desta sexta-feira (25), no Rio de Janeiro, as duas duplas conquistaram a vitória por 2 sets a 0 e fecharam o Circuito Brasileiro de vôlei de praia com o título da última etapa.

Decisão masculina

O primeiro set do jogo entre Bruno Schmidt/Evandro e Guto/Arthur Mariano foi marcado pelos pontos de bloqueio. Conseguindo ter uma boa leitura dos ataques adversários, Guto cresceu o paredão e marcou presença durante todo o tempo, fazendo com que a diferença crescesse e a parcial fosse vencida por 21/14.

Na segunda parcial, o equilíbrio apareceu. Conseguindo manter a virada de bola durante quase todo o tempo, Bruno Scmidt e Evandro seguiu próximo do placar. Na reta final, mais uma vez, o bloqueio e de Guto e Arthur Mariano cresceu e em um bloqueio fechou o jogo em 21 a 19, ficando com o título por 2 sets a 0.

“Graças ao trabalho da nossa equipe. E Arthur, obrigado, cara. Esse cara é o rei do Superpraia. Na outra ele ficou em segundo, me arrastou para essa final que eu nunca tinha ido, e hoje a gente conseguiu sair campeão, graças a Deus”, comemorou Guto, que fez questão de exaltar a dupla adversária, que disputará as Olimpíadas de Tóquio.

“Agradecer sim o nosso trabalho, a gente está muito feliz com a nossa evolução, mas a gente não pode deixar de falar, e eu até comentei com o Bruno, que eu fico feliz de vê-lo voltando a jogar em alto nível. Porque é isso que a gente quer, a gente é brasileiro, a gente quer que eles estejam daqui a um mês ali nas Olimpíadas no melhor possível, nos 200%. A gente tem que estar contente com ele voltando, zerado do que ele teve, ajudar como a gente pode ajudar, e torcer. Está chegando a hora de a gente sentar no sofá e torcer para eles”, completou Guto.

Na decisão da medalha de bronze, George/André superou Pedro Solberg/André Lanci por 2 sets a 0, com parciais de 21/14 e 21/16, e ficou com o terceiro lugar do Superpraia de 2021. “Foi uma temporada muito especial. Viemos focados para essas duas semanas. Nosso objetivo era trazer o ouro, por isso estamos felizes, mas não satisfeitos. Subimos no pódio nessas duas etapas e isso foi importante para nossa dupla para afirmação de todo o nosso trabalho. Somos o único time que chegou em todas as semifinais do Circuito [nas etapas que disputaram]. Tenho que agradecer a toda a nossa equipe, família e a todos que torcem pela nossa dupla”, destacou André.  

-Serginho, Ricardo e Giovane entram para Hall da Fama do vôlei mundial

Chave feminina

A disputa do ouro entre as mulheres foi com o duelo entre Andressa/Vitória e Bárbara Seixas/Carol Solberg. No primeiro set de partida, após um período de equilíbrio, Bárbara e Carol cresceram no sistema defensivo, abriram vantagem no placar e, apesar de Andressa ter aparecido no bloqueio na reta final, Carol Solberg fechou o set em um ataque, fazendo 21 a 19.

Na segunda parcial, Bárbara Seixas/Carol Solberg conseguiu abrir vantagem ainda no começo dos pontos. Atrás do placar, Andressa e Vitória passaram a arriscar mais e encostaram no placar. Contudo, Carol e Bárbara voltaram a atuar melhor, principalmente no bloqueio, e voltaram a aumentar a diferença. Na reta final, mais uma vez, Andressa/Vitória melhorou, teve mais volume de jogo e empatou o set em 19 a 19. Contudo, no momento de definição, Bárbara/Carol aproveitaram um erro de saque e fecharam em 21 a 19, conquistando o título em 2 sets a 0.

“Eu estou muito feliz mesmo. Tinha um tempo que estava querendo a jogar competitivamente, motivada. E acho que essa parceria com a Carol tem me dado muita motivação mesmo. Ela foi uma guerreiraça, me ajudou para caramba. E eu só tenho a agradecer, agradecer à equipe, agradecer à Carol e a todo mundo que está torcendo, família. Estou muito feliz”, disse Bárbara sobre o primeiro ouro da dupla.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

Na disputa da medalha de bronze na chave feminina, Ana Patrícia/Rebeca, que estará nos Jogos Olímpicos de Tóquio, superou Taiana/Hegê por 2 sets a 0, com parciais de 21/17 e 21/12, e ficou com o terceiro lugar do Superpraia feminino da temporada.

“A gente está muito feliz, porque a gente ficou um tempinho sem jogar, só focadas nos treinamentos. Então, é muito importante sair para a Suíça, a caminho de Tóquio, com dois pódios. A gente teve uma derrota ontem na semifinal, mas a gente entendeu o processo. A gente falhou em alguns momentos decisivos. Acho que não foi uma derrota que a gente ficou chateada, a gente ficou mais pensativa. Então a gente tentou vir hoje para ir a esse pódio de todo jeito, jogar bem aqui. A gente se soltou, se empolgou. Então a gente está muito feliz nesse caminho. A gente vai agora para Saquarema para focar mais ainda nos treinos para chegar na Suíça melhor ainda”, afirmou Rebecca.

Mais em Vôlei de Praia