Siga o OTD

Vôlei

Osasco é derrotado pelo Pinheiros no Paulista feminino

(João Pires/Fotojump

O Vôlei Osasco-Audax lutou até o final, mas foi superado pelo Pinheiros por 3 sets a 1, parciais de 25/14, 18/25, 25/16 e 25/18, em 1h43min, na noite desta sexta-feira (28), no ginásio do adversário, em São Paulo. Foi o primeiro resultado negativo da tradicional equipe osasquense, que vinha de duas vitórias no Campeonato Paulista feminino de vôlei. Agora, Paula Pequeno, Walewska, Camila Brait, Claudinha e cia. preparam-se para enfrentar o Sesi Vôlei Bauru na próxima sexta-feira (5), no ginásio José Liberatti.

O técnico Luizomar analisou a partida. “Foi um jogo de altos e baixos e saímos do Pinheiros sabendo que temos muita coisa para consertar. Sabíamos que seria um jogo decisivo para elas, pois se perdessem estariam fora das semifinais. Mas tivemos muitas dificuldades, principalmente na saída de jogo. Sofremos até mais do que eu esperava em função da qualidade e experiência da nossa equipe. Mas temos uma linha de passe nova e muita coisa que ajustar. Agora é virar a chave e pensar nos próximos jogos, em casa, para buscar a melhor classificação.”

Para a central Natasha, é preciso reconhecer o mérito do adversário. “O Pinheiros jogou muito bem, enquanto a nossa linha de passe sofreu muito. E isso afetou nosso ânimo em quadra. Mas paciência, faz parte e agora é treinar bastante para os próximos jogos”. Walewska seguiu a mesma linha de raciocínio. “Acredito que não fomos bem taticamente. Tivemos muita dificuldade na saída de jogo por conta dos problemas com o passe. Já esperávamos o saque forçado delas e acabamos sendo pouco eficientes nas bolas altas. Nossa relação bloqueio/defesa também esteve abaixo da média. Tocamos pouco na defesa e nosso time defende mais do que hoje. Com tudo isso, faltou a paciência que a partida exigia. Agora é treinar e treinar para corrigir.”

O jogo – O Vôlei Osasco-Audax não se encontrou no primeiro set. Com dificuldades na recepção e, consequentemente, problemas para vencer o bloqueio adversário no ataque, as comandadas de Luizomar tentaram, mas não conseguiram impor seu jogo. Com isso, o Pinheiros comandou o placar desde o início da parcial e ganhou por 25/14.

Depois do susto, o Vôlei Osasco-Audax voltou ligado para o segundo set. Com o passe na mão, Claudinha colocou suas atacantes no jogo, especialmente as centrais. Com grande atuação de Walewska e Natasha, tanto nas bolas rápidas de meio como no bloqueio, as visitantes se mantiveram à frente do marcador desde o início. Mari Paraíba, Lorenne e Paula Pequeno também contribuíram com pontos importantes. Um dos destaques da parcial, vencida por 25/18, foi a estreia da peruana Angela Leyva. A ponteira entrou no lugar de Paula, quando o time osasquense ganhava por 22/17.

O terceiro set foi equilibrado. Com grandes defesas de Camila Brait e com aproveitamento nos contra-ataques, especialmente de Mari Paraíba e Natasha, o Vôlei Osasco se manteve na frente até o 12/11. A partir do empate, o Pinheiros aproveitou melhor as oportunidades e chegou a abrir quatro pontos até Walewska descer o braço no 16/13 para o adversário. Mas, apesar do esforço, as donas da casa seguiram ditando o ritmo e encerraram a parcial em 25/16.

O Pinheiros começou melhor o quarto set e obrigou Luizomar a pedir tempo logo quando seu time perdia por 1/5. Com um bloqueio de Paula Pequeno e Natasha, a equipe de Luizomar chegou ao empate em 13/13. A experiente ponteira, que havia marcado quatro pontos consecutivos no início da parcial, conseguiu um ace para manter o equilíbrio no 15/14. Porém, as donas da casa seguiram forçando o saque para abrir vantagem até fechar o set em 25/18 e o jogo em 3 a 1.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Vôlei