Siga o OTD

Vôlei

Sesc consegue a virada e vence o Minas pela Superliga

Digulgação

Sesc consegue a virada e vence o Minas pela Superliga

Sesc RJ sai atrás, vê o Minas abrir 2 a 0, mas consegue a virada e começa na frente a série semifinal da Superliga Feminina de Vôlei

Pelo primeiro jogo da série semifinal da Superliga Feminina de Vôlei, o Minas recebeu o Sesc RJ, nesta sexta-feira, 23, em Belo Horizonte. Em jogo extremamente equilibrada, a equipe mineira abriu 2 sets a 0, mas tomou a virada e viu as cariocas vencerem por 3 sets a 2, com parciais de 24/26, 25/27, 21/21, 27/25 e 15/7. A oposta Monique foi eleita a melhor jogadora da partida.

No primeiro set, o Sesc esteve na frente do placar durante quase todo tempo, conseguindo se impor e ter mais volume de jogo com o sistema defensivo, a equipe carioca chegou a abrir seis pontos, 12 a 6. Contudo, o Minas aos poucos foi se recuperando, com o bloqueio funcionando e a americana Hooker com bom aproveitamento no ataque, a equipe mineira conseguiu crescer e assumiu o marcador nos últimos dois pontos, vencendo por 26 a 24.

Na segunda parcial. o Minas conseguiu equilibrar mais o jogo, trocando alguns pontos durante uma boa parte da parcial. O Sesc sofria com o alto volume de jogo das adversárias e não conseguia ter a vantagem no marcador, como no set anterior. Nos pontos finais, as donas da casa mantiveram o nível e fizeram 2 a 0 no jogo, vencendo por 27 a 25.

No terceiro set, o Sesc foi para o jogo alterado desde o começo, com a entrada de Monique, que já havia jogado em alguns momentos nos sets anteriores, desde o início. Com isso, a equipe carioca foi para o tudo ou nada e com um sistema defensivo mais presente, com destaque para as defesas de Fabi e Roberta, o time do Rio de Janeiro se impôs e esteve a frente do placar. O Minas tentou buscar o jogo, alterando suas jogadoras, com a entrada de Pri Daroit por exemplo, mas não foi suficiente para a vitória, que ficou com as meninas cariocas por 25 a 21.

No quarto set, o Minas conseguiu a vantagem no primeiro terço dos pontos, com a volta do volume de jogo presente nas duas primeiras parciais, aproveitando os ataques, com Hooker, Newcome e Pri Daroit, e com a líbero Léia se destacando nas defesas. O Sesc, jogou atrás do marcador durante quase todo tempo, contudo cresceu no momento que era preciso e comandadas por uma sequência de saques de Drussyla, as cariocas conseguiram salvar quatro pontos do jogo e forçaram o tie break ao conseguirem a vitória por 27 a 25.

No último set, o Sesc foi melhor. Aproveitando o melhor momento por conta da vitória nos sets anteriores, o time abriu 5 a 1 logo de início. O Minas tentou buscar o confronto, com seu técnico usando tudo que tinha, alterações, tempos, desafios, mas não foi possível parar a reação carioca, que venceu por 15 a 7 e fechou o jogo em 3 sets a 2.

Mais em Vôlei