Siga o OTD

Vôlei

Praia Clube vence Osasco no primeiro jogo das semifinais

João Pires / Fotojump

Praia Clube vence Osasco no primeiro jogo das semifinais

Iniciando a série das semifinais da Superliga feminina, Praia Clube sofreu mas, de virada, bateu Osasco em confronto equilibrado.

Equilíbrio. Esta foi a palavra que definiu o primeiro jogo das semifinais da Superliga feminina. Em Uberlândia (MG) o Dentil/Praia Clube bateu o Vôlei Nestlé por 3 sets a 2, com parciais de 23/25, 25/19, 25/23, 25/27 e 15/13. O Troféu Viva Vôlei ficou com Fernanda Garay, do time mineiro.

Com quatro das cinco parciais definidas na diferença mínima, a partida está entre as mais disputadas desta edição da competição. Com ambas as equipes funcionando muito bem, a torcida mineira presenciou uma bela partida de vôlei, com direito a viradas e sets indefinidos até a última bola.

Dentro desta atmosfera, ainda houve o duelo entre as atacantes Fê Garay e Tandara. As atletas disputaram, até o ponto final, a artilharia da partida. No final, a maior pontuadora do jogo foi a atleta do Osasco, com 24 pontos. Pelo lado praiano, Garay somou 19 pontos, mas o destaque foi de Fabiana, com 21.

Além delas, Amanda e Angela Leyva também chamaram a atenção no jogo. Pelo lado praiano, a camisa 10 incomodou a equipe adversária principalmente no saque. Já Leyva foi uma das bolas de segurança de Osasco durante todo o jogo.

 

Voltando a equipe mineira, Walewska contribuiu com 17 pontos. Com uma partida consistente, a camisa 1 mostrou intensidade e chamou a responsabilidade em momentos críticos para as mineiras. Já Camila Brait, retornando após gravidez, foi bastante exigida na defesa nos momentos em que entrou em quadra. Os setores defensivos também protagonizaram bonitos momento no decorrer das quase três horas de confronto.

O próximo jogo da série será na próxima segunda-feira (26), no José Liberatti, às 19h. Lembrando que as semifinais são disputadas em melhor de cinco jogos.

A novidade nesta fase ficou por conta dos desafios. Cada equipe terá o direito de solicitar ao árbitro até dois desafios por set. A arbitragem consultará o vídeo para tomar a decisão. Se a reivindicação estiver correta, o árbitro revisará a marcação e o desafio não será computado. Se o pedido for malsucedido, o técnico solicitante terá um pedido a menos no set.

Mais em Vôlei