Siga o OTD

Vôlei

No tie-break, Brasil vence China na VNL feminina

Com muita emoção, Brasil vence a China por 3 sets a 2 e abre terceira semana da Liga das Nações feminina com vitória

Brasil x China Liga das Nações de vôlei feminino
(Foto: Divulgação/FIVB)

Foi no sufoco, mas o Brasil começou a terceira semana da Liga das Nações de vôlei feminino com grande vitória. A seleção comandada por Zé Roberto Guimarães derrotou a China por 3 sets a 2 (25/20, 25/23, 18/25 e 21/25 e 15/11), em duelo disputado nesta terça-feira (28), em Sofia, na Bulgária.

+ Confira a tabela da Liga das Nações de vôlei feminino

Brasil e China protagonizaram um grande jogo. A seleção brasileira conseguiu impor seu ritmo nos dois primeiros sets, com atuação de gala de Gabi, mas viu a equipe asiática crescer nas duas parciais seguintes. No tie-break, o jogo tornou-se brigado, com as defesas muito eficazes e vendendo caro os pontos. O Brasil deslanchou na reta final e fechou em 15 a 11.

Gabi foi a principal jogadora da equipe brasileira, com 28 pontos. Ela foi muito bem principalmente nos dois primeiros sets. Kisy cresceu no jogo a partir do terceiro set e saiu da partida com 24 pontos. Carol também foi muito acionada e anotou 15 pontos, sendo nove de ataque, cinco de bloqueio e um de saque. Pelo lado chinês, Li Yingying fez 21 pontos.

Gabi anotou 28 pontos na vitória do Brasil sobre a China na Liga das Nações
Gabi foi a maior pontuadora do duelo, com 28 pontos (Foto: Divulgação/FIVB)

Com o triunfo, o Brasil chegou aos 20 pontos na Liga das Nações. A equipe agora soma sete vitórias e apenas duas derrotas na competição, aparecendo em terceiro lugar na classificação geral. Esta foi a primeira vez que a seleção precisou disputar o tie-break nesta edição. Vale destacar que a vitória no quinto set dá dois pontos, enquanto a derrota dá um.

Também é importante destacar que esta já é a última semana de jogos antes do encerramento da primeira fase da VNL. Assim, o Brasil tem apenas três jogos por fazer antes da segunda fase. O próximo compromisso será na quinta-feira (30), contra a Coreia do Sul, às 14h (horário de Brasília). A China, quinta colocada com 17 pontos, enfrentará a Polônia, também na quinta, as 10h30.

Como foi o jogo

O Brasil começou melhor e tomou conta do primeiro set. A equipe chegou à primeira parada técnica com seis pontos de vantagem (12 a 6). O time só administrou a vantagem até o fim e não sofreu sustos para vencer em 25 a 20. Gabi teve uma atuação magistral na parcial, anotando dez pontos, sendo nove de ataque.

A segunda parcial foi mais equilibrada. O Brasil chegou a abrir cinco pontos de frente em dado momento (18 a 13), mas a China se recuperou e conseguiu cortar a diferença para apenas um ponto na reta final, em 19 a 18. As asiáticas até empataram em 23 a 23, mas, após pedido de tempo de Zé Roberto, a seleção brasileira voltou melhor. Gabi e Carol fizeram a diferença e a seleção fechou a parcial em 25 a 23.

O terceiro e o quarto sets mostraram uma reação chinesa. Logo no início da terceira parcial, a equipe asiática abriu 10 a 6 de vantagem. O Brasil, porém, anotou seis pontos seguidos para passar a frente em 12 a 10. Após esse apagão, a China voltou a tomar conta do set e dominou os pontos do final da parcial, até fechar em 25 a 18.

Brasil x China Liga das Nações Julia Bergmann
A China cresceu a partir do terceiro set (Foto: Divulgação/FIVB)

Apesar da derrota no set, a seleção ganhou outra protagonista no jogo: Kisy, dividindo as ações com Gabi. A ponteira do Vakifbank teve um momento de instabilidade em dado momento e a oposta chegou a marcar seis pontos seguidos para o Brasil. A defesa chinesa esteve muito bem postada no quarto set e isso fez a diferença para que a equipe vencesse a parcial por 25 a 21.

+SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Assim, o tie-break foi forçado. Se o jogo já era disputado, tornou-se ainda mais. Com as duas defesas muito bem, as equipes trocaram pontos no início, com diversos ralis. O Brasil despontou na metade da parcial, abrindo 10 a 6. A China até encostou em 10 a 9, mas nossa seleção foi dominante nos pontos finais, fechando o duelo em 15 a 11.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Vôlei