Siga o OTD

Vôlei

CBV deve 4,8 mi a jogadores das seleções masculina e feminina

CBV deve 4,8 mi a jogadores das seleções masculina e feminina

CBV deve 1,5 milhão de dólares (ou 4,8 milhões de reais na cotação atual) em premiações de torneios para as seleções feminina e masculina, segundo o Estado de S. Paulo.

Segundo divulgado, nesta terça-feira (21), pelo blog de Bruno Voloch, no Estado de S. Paulo, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) está devendo 1,5 milhão de dólares, ou cerca de 4,8 milhões de reais na cotação atual, para as seleções masculina e feminina. O dinheiro havia sido prometido como forma de premiação em torneios disputados em 2017.

Para a seleção feminina, seriam 700 mil dólares de prêmio, referentes a todas as etapas e à fase final do Grand Prix. Além disso, mais US$ 125 mil pela prata conquistada na Copa do Mundo. O que totalizaria, em reais, quase 2,7 milhões. Nada deste prometido chegou nas mãos das jogadoras, segundo o que apurou o blog.

Já para a seleção masculina, o cenário é parecido. Os jogadores ainda não viram o dinheiro referente à medalha de prata na Liga Mundial e ao ouro da Copa do Mundo, totalizando US$ 675 mil, ou quase 2 milhões de reais na cotação atual.

 

A resposta da CBV foi a seguinte: “A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) sempre teve um cronograma de pagamentos estabelecidos e o mesmo será cumprido conforme combinado e aprovado pelos responsáveis das comissões técnicas.” Agora é aguardar pelos próximos capítulos, que segundo o blog não são dos mais animadores, pois cerca de 60% da verba destinada para 2018 já estaria comprometida.

Mais em Vôlei