Siga o OTD

Vôlei

Brasil passa pelo Chile e vence a terceira no Campeonato Sul-Americano feminino

Brasil vence o Chile, chega a sua terceira vitória no Sul-Americano e encaminha classificação para o Mundial

(Divulgação/Volleyball World)

Brasil passa pelo Chile e vence a terceira no Campeonato Sul-Americano feminino

Em mais um jogo sem grandes sustos, o Brasil somou nesta sexta-feira (17) a sua terceira vitória no Sul-Americano de vôlei feminino, disputado na Colômbia, ao derrotar o Chile por 3 sets a 0, parciais de 25/11, 25/19 e 25/14.

Com mais um triunfo, a seleção brasileira soma agora três vitórias na competição e permanece invicta. Além da liderança geral do torneio, a campanha do time comandado por José Roberto Guimarães encaminha a classificação brasileira para o Mundial, já que os dois primeiros colocados estarão classificados.

+ Confira a tabela do Campeonato Sul-Americano de vôlei feminino 2021

A ponteira Ana Cristina se destacou e foi a maior pontuadora entre as brasileiras, com 15 pontos. A oposta Lorenne, com 14, e a central Mayany, com 11, também pontuaram bem na vitória contra o Chile no Sul-Americano de vôlei feminino.

Ao final do confronto, a oposta Rosamaria, que entrou durante a partida e marcou três pontos, falou sobre o resultado e a recuperação da fascite plantar no pé esquerdo.

Brasil está invicto na competição com três vitórias (Divulgação/Inderbarranca)

“Foi a nossa terceira vitória em três jogos e estou muito feliz com o desempenho do grupo. Hoje todas as jogadoras tiveram a oportunidade de jogar e isso é muito importante. Fiquei feliz de ter conseguido jogar um pouco. A volta da minha lesão tem sido bem cautelosa para eu poder voltar 100% e estou me sentindo cada vez melhor. Agora é pensar na nossa partida decisiva de domingo contra a Colômbia”, disse Rosamaria.

Após três jogos em sequência, o Brasil folga neste sábado e volta a jogar no domingo (19). O duelo, que encerra o Sul-Americano de vôlei será diante das donas da casa. Em caso de vitória, o Brasil confirma o seu 22º título continental.

O jogo

O primeiro set foi uma amostra do que estava pra vir. Sem grande dificuldade, a equipe brasileira deslanchou no placar com bons ataques, principalmente com Ana Cristina, e contando com os erros chilenos. Em alguns momentos, o Brasil pareceu estar um pouco abaixo na concentração, porém mesmo assim a diferença era grande e o primeiro set foi fechado com uma grande vantagem.

O segundo set parecia que seria uma cópia do primeiro, com o Brasil abrindo uma enorme vantagem rapidamente após uma sequência de erros do adversário. No entanto, a seleção brasileira novamente voltou a apresentar erros claros causados pela desconcentração e viu o Chile emendar pontos em sequência. Porém o Brasil conseguiu fechar a parcial e abrir 2 a 0 na partida.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Na terceira parcial, o domínio brasileiro foi completo. Sem cometer os mesmos vacilos do set anterior, a equipe brasileira não deu chances ao rival, que demonstrava fragilidade, principalmente na defesa.

Mais em Vôlei