Siga o OTD

Vôlei

Brasil se recupera de susto e vira sobre a Argentina no Sul-Americano

Gabi brilha, Brasil se recupera de primeiro set ruim e consegue virada sobre a Argentina no Sul-Americano

(Divulgação/Inderbarranca)

Brasil se recupera de susto e vira sobre a Argentina no Sul-Americano

Após levar um susto no primeiro set, o Brasil conseguiu se acertar na partida e virou sobre a Argentina para conquistar a vitória por 3 sets a 1, parciais de 23/25, 25/13, 25/14 e 25/16, em duelo válido pela segunda rodada do Sul-Americano de vôlei masculino, disputado na Colômbia.

A ponteira Gabi teve grande atuação na vitória contra a Argentina. A atacante marcou 23 pontos e foi a maior pontuadora do confronto.

“Sabíamos que o jogo contra a Argentina seria mais pesado do que a partida contra o Peru. No primeiro set começamos um pouco devagar, cometemos muitos erros, mas a partir do segundo fizemos o nosso jogo, passamos a sacar melhor e isso facilitou tanto o nosso bloqueio como a nossa defesa, além do nosso ataque ter sido mais eficiente. Passamos a jogar na frente e conseguimos a segunda vitória”, disse Gabi.

+ Confira a tabela do Campeonato Sul-Americano de vôlei feminino 2021

Com a vitória, o Brasil permanece invicto no Sul-Americano de vôlei feminino, já que havia derrotado o Peru por 3 sets a 0 na abertura do torneio, que garante duas vagas para a disputa do mundial da modalidade.

Brasil Sul-americano  vôlei
Brasil está invicto com duas vitórias até aqui na competição (Divulgação/Inderbarranca)

A seleção brasileira agora terá mais dois compromissos na competição. Nesta sexta, a equipe encara o Chile, em partida marcada para as 19h45 (horário de Brasília). Após um descanso no sábado, a equipe comandada por José Roberto Guimarães irá enfrentar a Colômbia, no domingo, para encerrar a competição.

O jogo

No primeiro set, a Argentina surpreendeu e começou muito bem no jogo. Com Mercado inspirada, o Brasil não conseguia parar o ataque rival e sofria com o alto número de erros. A sorte do Brasil foi que Gabi entrou no jogo. A ponteira chamou a responsabilidade na parcial e foi responsável por manter a equipe brasileira próxima no placar. No entanto, apenas uma atleta inspirada não foi suficiente e a Argentina saiu vencendo a partida.

No segundo set a história foi bem diferente. Voltando mais ligado, o Brasil rapidamente abriu uma vantagem enorme na parcial, abrindo 8 a 0 no set. Se mantendo ligado durante toda a parcial, o time brasileiro não deixou o rival se aproximar no placar e fechou a parcial de maneira rápida, melhorando muito o rendimento em todos os fundamentos.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Na parcial seguinte, o domínio brasileiro seguiu forte na quadra. Com Ana Cristina passando a acompanhar Gabi nos ataques, o Brasil não teve dificuldades para abrir uma enorme diferença no placar, não dando chances para qualquer reação da equipe argentina, confirmando a virada com mais um set tranquilo.

O quarto ser começou equilibrado, com a seleção argentina conseguindo equilibrar a partida nos primeiros pontos. No entanto, Gabi e Ana Cristina mantiveram um nível altíssimo no ataque e o Brasil conseguiu novamente deslanchar no placar, fechado novamente com uma grande diferença.

Mais em Vôlei