Siga o OTD

Brasil x Turquia Liga das Nações feminina

Vôlei

Já classificado, Brasil faz 3 a 1 na Turquia e pegará o Japão na semifinal

Brasil termina 1ª fase da Liga das Nações com vitória diante das turcas; adversário da semi será o Japão

(Divulgação/FIVB)

Já classificado, Brasil faz 3 a 1 na Turquia e pegará o Japão na semifinal

Encerrando a quinta e última semana da primeira fase da Liga das Nações feminina, o Brasil fez outra boa partida diante da Turquia. Jogando bem e errando pouco, a seleção feminina fez 3 sets a 1 (25/18, 25/16 e 25/25 e 25/15).

Com o resultado, o Brasil terminou a fase de classificação com 40 pontos, com 13 vitórias e apenas duas derrotas. Assim, a equipe manteve a segunda colocação e agora enfrentará o Japão, que terminou em terceiro com 33 pontos (12 vitórias e três derrotas).

+Tabela da Liga das Nações de vôlei feminino 2021

Os destaques da partida foi a oposta Tandara, maior pontuadora da partida com 19 pontos. A seleção contou também teve boas atuações de Bia, Gabi e Natália, que jogou boa parte do terceiro e do quarto sets. A ponteira campeã olímpica se recuperou recentemente de uma cirurgia na mão.

A partida contra o Japão ocorre na próxima quinta-feira. Na outra semifinal, os Estados Unidos, melhor equipe até aqui, enfrentarão justamente a Turquia, que mesmo com a derrota terminou na quarta colocação. Mais cedo, a equipe americana perdeu a invencibilidade na liga das Nações ao ser derrotada por 3 sets a 0 pela China.

Já classificado, Brasil fechou a primeira fase da Liga das Nações feminina contra Turquia, com vitória por 3 a 1 e agora encara o Japão na semifinal
Gabi ataca em cima de Kalak (divulgação FIVB)

O jogo

O Brasil fez um set praticamente perfeito até o vigésimo ponto. Não errando nada, chegou a ter 14 pontos de vantagem. O técnico turco fez diversas mudanças e a Turquia conseguiu melhorar, reduzindo a diferença. Mesmo assim, a seleção fechou em 25 a 18, com boas atuações de Macris e Gabi.

No segundo set, o Brasil foi menos dominante, mas ainda assim, controlou a parcial o tempo inteiro. Tandara e Fernanda Garay viraram importantes bolas e Camila Brait apareceu com boas defesas, mesmo com a mão sangrando.

Com esse set vencido pelo Brasil, as semifinais entre EUA e Turquia e Brasil e Japão estão definidas. Mesmo que a seleção turca virasse no tiebreak, não alcançaria a pontuação japonesa. Se as rturcas tivessem vencido o Brasil por 3 a 0 ou 3 a 1, teriam terminado na 3ª colocação.

Mexendo novamente na equipe, o técnico turco conseguiu equilibrar mais a partida. O Brasil chegou a abrir 13 a 9, mas Erdem teve boa passagem no saque e a diferença caiu para um. Zé Roberto também mexeu colando Carol e Natália para dar ritmo. A Turquia ganhou confiança e fechou em 27 a 25 com um belo bloqueio.

Zé Roberto não desfez as trocas feitas no set anterior e se deu bem. Natália encaixou uma excelente sequência de saque e o Brasil praticamente definiu a partida ao abrir mais de cinco pontos de vantagem. O técnico do Brasil ainda colocou Ana Cristina e Rosamaria em quadra e as duas foram bem, com a última bloqueando e definindo a partida.

Resultados na primeira fase

Primeira rodada:
25.05 – Brasil 3 x 1 Canadá (23/25, 25/11, 25/09 e 25/14)
26.05 – Brasil 3 x 0 República Dominicana (25/20, 25/13 e 25/17)
27.05 – Brasil 1 x 3 Estados Unidos (17/25, 19/25, 25/23 e 22/25)

Segunda rodada:
31.05 – Brasil 3 x 0 Japão (25/15, 25/19 e 25/21)
01.06 – Brasil 3 x 0 Rússia (25/20, 25/11 e 25/18) 
02.06 – Brasil 3 x 1 Itália (19/25, 25/15, 25/19 e 25/19)

Terceira rodada:
06.06 – Brasil 3 x 0 Sérvia (25/12, 25/14 e 25/13)
07.06 – Brasil 3 x 0 Bélgica (25/18, 25/16 e 25/17)
08.06 – Brasil 2 x 3 China (25/18, 22/25, 20/25, 25/14 e 12/15)

Quarta rodada:
12.06 – Brasil 3 x 0 Polônia (25/22, 25/20 e 25/23)
13.06 – Brasil 3 x 1 Alemanha (22/25, 25/17, 25/21 e 25/22)
14.06 – Brasil 3 x 0 Tailândia (25/11, 25/14 e 25/10)

Quinta rodada:
18.06 – Brasil 3 x 0 Coréia do Sul (25/18, 25/13 e 25/18)
19.06 – Brasil 3 x 0 Holanda (25/19, 25/19 e 25/20)
20.06 – Brasil 3 x 1 Turquia – (25/18, 25/16 e 25/25 e 25/15).

Mais em Vôlei