Siga o OTD

A FIVB (Federação Internacional de Voleibol) divulgou nesta terça-feira (1) a fórmula de classificação para o Campeonato Mundial de 2022. A definição saiu após a decisão do Conselho de Administração da entidade máxima do vôlei. Tanto a edição masculina quanto a feminina contará com a participação de 24 seleções. Entre os homens, o evento acontecerá na Rússia. Já as mulheres disputarão a competição na Holanda e na Polônia.

Vôlei

FIVB define sistema de qualificação do Mundial de 2022

A competição em ambos os gêneros acontecerá em 2022. O masculino terá como sede a Rússia e o feminino será disputado na Holanda e na Polônia

A seleção masculina de vôlei no topo do pódio do Mundial de 2016, disputado no Japão (FIVB/Divulgação)

FIVB define sistema de qualificação do Mundial de 2022

A FIVB (Federação Internacional de Voleibol) divulgou nesta terça-feira (1) a fórmula de classificação para o Campeonato Mundial de 2022. A definição saiu após a decisão do Conselho de Administração da entidade máxima do vôlei. Tanto a edição masculina quanto a feminina contará com a participação de 24 seleções. Entre os homens, o evento acontecerá na Rússia. Já as mulheres disputarão a competição na Holanda e na Polônia.  

+ Fim do Ibirapuera enterrará parte da história do nosso esporte

No masculino, a Rússia já está garantida por ser o país anfitrião, situação que se repete no feminino com as seleções da Holanda e da Polônia. Além deles, os atuais campeões do Campeonato Mundial também já figuram entre os classificados. Sendo assim, a Polônia se junta aos russos entre os homens e a Sérvia às holandesas e polonesas entre as mulheres. As demais vagas serão concedidas nas competições continentais de 2021.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Em relação aos eventos continentais, o Campeonato Sul-Americano, no caso do Brasil, qualificará duas seleções que ainda não estiverem classificados. Se, eventualmente, uma equipe do país anfitrião ou atual campeã do Mundial também garantir uma das duas primeiras vagas do seu continente, o direito à participação ficará com o próximo time nacional com melhor posição no torneio em questão.  

+ Tme de Lucarelli vira e vence time russo na Champions League

Para concluir esse processo de qualificação, a lista de 24 seleções, de ambos os naipes, será completada por 12 ou 11 equipes, dependendo do número de anfitriões, de acordo com a colocação dos países no Ranking Mundial de Voleibol da FIVB ao término da temporada 2021.

Histórico do Brasil no Campeonato Mundial

A seleção brasileira feminina de vôlei foi medalha de prata em 2010 (FIVB/Divulgação)
A seleção brasileira feminina de vôlei foi medalha de prata em 2010 (FIVB/Divulgação)

No masculino, a seleção brasileira é tricampeã mundial, conquistando as taças nas edições de 2002, na Argentina, 2006, no Japão, e 2010, na Itália. Já o feminino buscará sua vaga com a meta de ganhar um título inédito. As mulheres brasileiras foram vice-campeãs em 2006 e 2010, ambas no Japão e derrotadas pela Rússia nas duas vezes. Além disso, as comandadas do técnico José Roberto Guimarães ficaram com o bronze em 2014, na Itália.  

Mais em Vôlei