Siga o OTD

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas da seleção do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas Jogos Olímpicos

Vôlei

Dia do Vôlei: relembre conquistas e conheça curiosidades

Nesse 27 de junho, celebra-se o Dia Nacional do Vôlei; Preparamos uma lista com todas as conquistas brasileiras em Jogos Olímpicos, além de curiosidades da modalidade que mais medalhas deu ao Brasil em Olimpíadas

O Dia Nacional do Vôlei é comemorado no dia 27 de junho (Ana Patrícia/Inovafoto/CBV)

Dia do Vôlei: relembre conquistas e conheça curiosidades

27 de junho: uma data especial para a modalidade olímpica que mais medalhas deu ao Brasil na história dos Jogos Olímpicos. Neste sábado, é celebrado o Dia Nacional do Vôlei, especial para todos os jogadores, treinadores, auxiliares, torcedores e todos os envolvidos nesse esporte tão popular no Brasil. Para comemorar, o Olimpíada Todo Dia preparou uma lista relembrando as grandes conquistas e contando algumas curiosidades interessantes.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Carro-chefe olímpico

O vôlei é a modalidade que conquistou mais medalhas olímpicas para o Brasil na história. Somando quadra e praia, o esporte garantiu ao país 23 medalhas, sendo oito ouros, dez pratas e cinco bronzes. No indoor, são dez pódios, com cinco títulos, três vices e dois terceiros lugares. Já nas areias, os brasileiros ganharam 13, com três ouros, sete pratas e mais três bronzes. O Brasil é a única nação com as quatro medalhas de ouro possíveis na modalidade, ou seja, no vôlei masculino e feminino de quadra e de praia

A primeira vez a gente nunca esquece

O vôlei brasileiro subiu ao pódio pela primeira vez em Jogos Olímpicos na edição de 1984, em Los Angeles. A famosa “Geração de Prata” impulsionou a modalidade no país com o vice-campeonato da competição. No dia 11 de agosto daquele ano, o Brasil foi superado na final pelos Estados Unidos, por 3 sets a 0. Aquele time treinado por Bebeto de Freitas contava com jogadores como Renan Dal Zotto, Montanaro, William, Xandó, Bernard e Bernardinho.

Dourados

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas da seleção do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas Jogos Olímpicos
Zé Roberto ganhou seu primeiro ouro olímpico em 1992 na seleção masculina (FIVB/Pequim-2008)

A seleção masculina também foi a responsável pela segunda medalha olímpica do vôlei brasileiro. Com Marcelo Negrão, Tande, Giovani, Maurício, Carlão e Paulão, o Brasil ganhou o ouro em Barcelona-1992. Na final, realizada no dia 9 de agosto, a equipe comandada pelo técnico Zé Roberto Guimarães bateu a Holanda, por 3 sets a 0. O título foi conquistado com uma campanha invicta, com oito vitórias e 24 sets ganhos e três perdidos.

Mulheres em cena

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas da seleção do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas Jogos Olímpicos
O vôlei de praia virou esporte olímpico em Atlanta-1996 (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

As primeiras medalhas do vôlei feminino surgiram em Atlanta-1996, com o bronze na quadra e ouro e prata na praia. A Olimpíada das mulheres premiou as duplas Jaqueline e Sandra e Mônica e Adriana, respectivamente, primeiro e segundo lugares. No indoor, Ana Moser, Márcia Fú, Fernanda Venturini, Ana Flávia, Ida, Virna, Hilma e demais companheiras derrotaram a Rússia, por 3 a 2. Bernardinho era o técnico da seleção brasileira.    

Quatro de uma vez

Em Sydney-2000, a modalidade trouxe para o Brasil mais quatro medalhas. Fofão, Leila, Virna, Walewska, Érika e companhia venceram os Estados Unidos, por 3 a 0, e ganharam o bronze, ainda com Bernardinho no comando. No vôlei de praia, Zé Marco e Ricardo ficaram com a prata, entre os homens, e Adriana Behar e Shelda e Mônica e Sandra conquistaram, respectivamente, prata e bronze, entre as mulheres.

Ouro em dose dupla

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas da seleção do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas Jogos Olímpicos
Além do ouro em Atenas-2004, a seleção masculina foi campeã mundial em 2002 e 2006 (FIVB/Divulgação)

Quatro anos depois, em Atenas-2004, o vôlei brasileiro garantiu mais três medalhas olímpicas. Nas areias gregas, Ricardo e Emanuel foram campeões olímpicos e Adriana Behar e Shelda repetiram a medalha de prata da edição anterior. Entre os homens, o topo do pódio pode ser presenciado também na quadra. Bernardinho conduziu ao ouro jogadores como Ricardinho, Giba, Nalbert, Gustavo e Serginho com vitória diante da Itália na decisão, por 3 a 1.

Amarelonas aonde?

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas da seleção do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas Jogos Olímpicos
A seleção feminina ganhou seu primeiro ouro olímpico em Pequim-2008 (FIVB/Pequim-2008)

Na semifinal de Atenas-2004, o Brasil vencia a Rússia por 2 sets a 1 e teve a chance de fechar o jogo com o placar em 24 a 19. A Rússia reagiu e acabou vencendo o set e o tie break. As jogadoras foram taxadas de amarelonas por parte da imprensa e da torcida. Quatro anos mais tarde, em Pequim-2008, a resposta. Com uma campanha impecável e invicta, o ouro na quadra veio com as mulheres, que aplicaram 3 a 1 nos Estados Unidos com Zé Roberto comandando um grupo com Paula Pequeno, Fofão, Walewska, Fabiana, Mari, Sheilla e Fabi. No masculino, os americanos deram o troco e o Brasil terminou com a prata. Na praia, Márcio e Fábio ganharam a prata e Ricardo e Emanuel ficaram com o bronze.

Mais quatro

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas da seleção do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas Jogos Olímpicos
As mulheres brasileiras subiram ao topo do pódio em Londres-2012 (FIVB/Londres-2012)

No ciclo olímpico seguinte, em Londres-2012, o vôlei brasileiro conquistou mais quatro medalhas. Na quadra, novamente as mulheres foram campeãs, com um 3 a 1 diante dos Estados Unidos, e os homens ficaram com o vice, superados pela Rússia, por 3 a 2. Nas areias da capital inglesa, Alison e Emanuel deixaram a competição com a prata e Juliana e Larissa com o bronze.

Passando o judô

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas da seleção do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas Jogos Olímpicos
Sob o comando de Bernardinho, o Brasil foi campeão olímpico na Rio-2016 (FIVB/Rio-2016)

Por fim, na Rio-2016, Alison e Bruno Schmidt fizeram o hino nacional brasileiro tocar no alto do pódio e Ágatha e Bárbara Seixas terminaram o evento com a medalha de prata. Na quadra, o líbero Serginho se aposentou da seleção brasileira com mais um título olímpico. Em final contra a Itália, no Maracanãzinho, o Brasil ganhou em sets diretos e consagrou um time com Bruninho, Wallace, Lucarelli e Lucão. Com esses três triunfos, o vôlei chegou a sua vigésima- quarta medalha em Jogos Olímpicos e superou o judô como a principal modalidade do país na história das Olimpíadas.

Curiosidades

Século XIX

Há 125 anos, o vôlei era criado por William G. Morgan, nos Estados Unidos.

1896 ou 1900?

A marca Spalding foi a primeira a fabricar uma bola de vôlei. A data da criação gera polêmica, entretanto. Alguns dizem que foi em 1896. Outros apontam 1900. Não há um consenso.

Quase centenário

Faltam 10 anos para a celebração de 100 anos da primeira primeira partida de vôlei de praia.

Que demora

Hoje em dia, as partidas de vôlei não costumam durar muito. Mas quando ainda existia a lei da vantagem, a situação era diferente. O jogo mais longo da história ocorreu na grande final dos Jogos Olímpicos de Montreal-1976. Polônia e União Soviética duelaram por 4h36min. No fim, vitória dos poloneses (11/15, 15/13, 12/15, 19/17 e 15/7)

Cinco com quatro

Cinco atletas são os recordistas de medalhas em Jogos Olímpicos, com quatro cada uma. São eles: Ana Fernández, de Cuba (de 1992 a 2004, conquistou 3 ouros e um bronze), Ina Ryskal, da União Soviética (de 1964 a 1976, dois ouros e duas pratas), Sergio Escadinha, do Brasil (de 2004 a 2016, dois ouros e duas pratas), Sergey Tetyukhin, da Rússia ( de 2000 a 2012, um ouro, uma prata e dois bronzes) e Samuele Papi, da Itália (de 1996 a 2004 e mais 2012, duas pratas e dois bronzes).

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas
Serginho tem quatro medalhas olímpicas (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

O único da história

Apanas um atleta conquistou medalhas olímpicas na quadra e na areia. E aidna por cima foram três de ouro. O feito pertence ao americano Karch Kiraly, campeão nas quadras nos Jogos Olímpicos de Los Angeles-1984 e Seul-1988 e nas areias em Atlanta-1996.

Segurança pra quê?

Na década de 1980, foi criada uma das regras mais estúpidas da história. Ela impedia que o jogo fosse paralisado para a secagem da quadra, o que, obviamente, teve um resultado catastrófico e levou a inúmeras lesões nos jogadores

Mais que cangurús

Em média, um jogador de vôlei salta de 60 a 80 vezes em uma partida, com esse número podendo chegar a 100. Como são seis atletas em uma equipe, um total de 360 a 480 pulos. Algo de deixar os cangurus com inveja!

Maracanã lotado

95.887 pessoas viram a seleção brasileira vencer a União Soviética por 3 sets a 1. Chamado de “Grande Desafio de Vôlei”, a partida amistosa ocorreu a céu aberto em julho de 1983, no Estádio do Maracanã. Foi o maior público da história do vôlei.

Mais de cem

Ao longo da história, 103 atletas brasileiros possuem a honra de dizer que são detentores de pelo menos uma medalha olímpica no vôlei. Na quadra e na praia. Vários possuem mais de uma. Aqui, relembramos todos eles. Feliz Dia Nacional do Vôlei a todos!

Seleção Masculina de vôlei Los Angeles-1984:

Bernardo Rezende (Bernardinho), Xandó de Oliveira Neto, Antônio Carlos Ribeiro (Badalhoca), José Montanaro, Rui Nascimento, Renan Dal Zotto, William Carvalho, Amauri Ribeiro, Marcus Vinícius Freire, Domingos Lampariello (Maracanã), Bernard Rajzman e Fernando Ávila (Fernandão). Técnico: Bebeto de Freitas.

Seleção Masculina de vôlei Barcelona-1992

Marcelo Negrão, Jorge Edson de Brito, Giovane Gavio, Paulo André Silva (Paulão), Maurício Lima, Janelson Carvalho, Douglas Chiarotti, Antônio Carlos Gouveia (Carlão), Talmo Oliveira, André Felippe Ferreira (Pampa), Alexandre Samuel (Tande) e Amauri Ribeiro. Técnico: Zé Roberto Guimarães.

Seleção Feminina de vôlei Atlanta-1996

Ida Álvares, Leila Barros, Ericléia Bodziak (Filó), Hilma Caldeira, Ana Paula Henkel, Márcia Fu, Virna Dias, Ana Moser, Ana Flávia Sanglard, Hélia Souza (Fofão), Sandra Suruagy e Fernanda Venturini. Técnico: Bernardinho.

Vôlei de Praia Atlanta-1996

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas
Dobradinha brasileira na estreia do vôlei de praia em Olimpíadas (CBV/Divulgação)

Jaqueline Silva, Sandra Pires, Mônica Rodrigues, Adriana Samuel

Seleção Feminina de vôlei Sydney-2000

Elisângela Oliveira, Janina Conceição, Raquel da Silva, Ricarda Lima, Hélia Souza (Fofão), Leila Barros, Walewska Oliveira, Virna Dias, Karin Rodrigues, Kely Fraga (Kelão), Érika Coimbra e Kátia Lopes. Técnico: Bernardinho.

Vôlei de praia Sydney-2000

José Marco Melo, Ricardo Santos, Adriana Behar, Shelda Bedê, Adriana Samuel, Sandra Pires

Seleção Masculina de vôlei Atenas-2004

Nalbert Bitencourt, Dante Amaral, Sérgio Dutra Santos (Serginho), Gustavo Endres, Ricardo Garcia (Ricardinho), Giovane Gávio, Gilberto Godoy Filho (Giba), André Heller, Maurício Lima, André Nascimento, Anderson Rodrigues e Rodrigo Santana (Rodrigão). Técnico: Bernardinho.

Vôlei de praia Atenas-2004

Ricardo Santos, Emanuel Rego, Adriana Behar, Shelda Bedê,

Seleção Masculina de vôlei Pequim-2008

Bruno Rezende (Bruninho), Marcelo Elgarten (Marcelinho), André Heller, Samuel Fuchs, Gilberto Godoy Filho (Giba), Murilo Endres, André Nascimento, Sérgio Dutra Santos (Serginho), Anderson Rodrigues, Gustavo Endres, Rodrigo Santana (Rodrigão) e Dante Amaral. Técnico: Bernardinho.

Seleção Feminina de vôlei Pequim-2008

Paula Pequeno, Carol Albuquerque, Sheilla Castro, Walewska Oliveira, Marianne Steinbrecher (Mari), Thaísa Menezes, Hélia Souza (Fofão), Fabiana Alvim (Fabi), Jaqueline Carvalho, Welissa Gonzaga (Sassá), Fabiana Claudino e Valeska Menezes (Valeskinha). Técnico: Zé Roberto.

Vôlei de praia Pequim-2008

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas
Bronze em Pequim-2008, Ricardo e Emanuel ganharam o ouro em Atenas-2004 (FIVB/Pequim-2008)

Ricardo Santos, Emanuel Rego, Márcio Araújo, Fábio Luiz Magalhães,

Seleção Masculina de vôlei Londres-2012

Bruno Rezende (Bruninho), Wallace de Souza, Sidnei dos Santos Júnior (Sidão), Leandro Vissotto Neves, Gilberto Godoy Filho (Giba), Murilo Endres, Sérgio Dutra Santos (Sérginho), Thiago Alves, Rodrigo Santana (Rodrigão), Lucas Saatkamp (Lucão), Ricardo Garcia (Ricardinho) e Dante Amaral. Técnico: Bernardinho.

Seleção Feminina de vôlei Londres-2012

Fabiana Claudino, Danielle Lins, Paula Pequeno, Adenízia da Silva, Thaísa Menezes, Jaqueline Carvalho, Fernanda Ferreira (Fernandinha), Tandara Caixeta, Natália Pereira, Sheilla Castro, Fabiana Alvim (Fabi) e Fernanda Garay. Técnico: Zé Roberto.

Vôlei de praia Londres-2012

Juliana Silva, Larissa França, Alisson Cerutti, Emanuel Rego

Seleção Masculina de vôlei Rio-2016

William Arjona, Éder Carbonera, Wallace de Souza, Luiz Felipe Fonteles (Lipe), Evandro Guerra, Ricardo Lucarelli, Bruno Rezende (Bruninho), Lucas Saatkamp (Lucão), Sérgio Santos (Serginho), Maurício Borges, Douglas Souza e Maurício Souza. Técnico: Bernardinho.

Vôlei de Praia Rio-2016

Alisson Cerutti, Bruno Schmidt Ágatha Rippel, Bárbara Seixas.

No Dia Nacional do Vôlei, relembre todas as conquistas do Brasil e confira curiosidades da modalidade que mais medalhas olímpicas ao país em Olimpíadas
Alison e Bruno Schmidt ganharam a medalha de ouro na Rio-2016 (FIVB/Rio-2016)

Mais em Vôlei