Siga o OTD

Flávio Atleta Vôlei Polonês Seleção Brasileira

Vôlei

De saída do Brasil, central Flávio negocia com time polonês

Com passagens pelo Minas e Sesc-RJ e campeão da Copa do Mundo pela seleção brasileira, Flavio Gualberto está de saída para sua primeira experiência fora do país

Flávio foi campeão da Copa do Mundo e do Sul-Americano em 2019 (Wander Roberto/Inovafoto/CBV)

De saída do Brasil, central Flávio negocia com time polonês

Campeão da Copa do Mundo de vôlei em 2019 com a seleção brasileira, Flávio Gualberto está perto de viver sua primeira experiência fora do Brasil. De acordo com o site polonês Przegląd Sportowy, o atleta de 27 anos e 2,00m está próximo de fechar contrato com o Aluron CMC Zawiercie, da Polônia.

+ Evandro anuncia saída do Sada Cruzeiro após 16 títulos

Flávio começou a aparecer nas convocações do técnico Renan Dal Zotto em 2019, quando disputou Liga das Nações, Campeonato Sul-Americano e Copa do Mundo. Na Liga das Nações, Flávio participou de dois jogos contra a seleção da Polônia na fase final da competição, disputada em Chicago, nos Estados Unidos. Na ocasião, o jogador fez 11 pontos no primeiro confronto e cinco no segundo.

+ Mercado do vôlei masculino – Superliga – Temporada 2020/2021

Já no Sul-Americano, o atleta ajudou a seleção brasileira a conquistar o título e foi eleito o melhor central do campeonato. Na Copa do Mundo, Flávio não foi tão efetivo, já que iniciou a maioria das partidas como reserva. Revelado pelo Minas, o central disputou a última temporada pelo Sesc-RJ, que não prosseguirá com o projeto.

Campeão olímpico, Lipe deixou sua marca na Polônia

Lipe Flávio Atleta Vôlei Polonês Seleção Brasileira
Campeão olímpico, Lipe jogou na Polônia na temporada 2012/13, no clube ZAKSA Kędzierzyn-Koźle (Michael Dantas/Inovafoto/CBV)

Segundo o site polonês, os dirigentes do Aluron CMC Zawiercie não confirmam a transferência, no entanto, as informações apontam para um acerto bastante provável e que a negociação estaria em sua reta final.

As transferências de brasileiros para a Liga Polonesa são raras e poucos conseguiram desempenhar papéis relevantes em clubes do país europeu. No total já são quase 20 representantes do vôlei brasileiro na Polônia, porém, é possível contar nos dedos os que deixaram saudades.

SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Há alguns anos, os atletas Lipe (ponteiro), Lucas Loh (ponteiro), Vinhedo (levantador), Rafa Lins (central) e Murilo Radke (levantador) foram relevantes para suas equipes e deixaram suas marcas no vôlei polonês.  

Movimentação no vôlei feminino

No vôlei feminino, o Brasília acertou a contratação da ponteira Isabela Paquiardi. Está será a segunda passagem da jogadora pelo time do Distrito Federal, que será comandado pelo técnico Rogério Portela.

+ Reforços estrangeiros desembarcam em times de MG

Natural de Birigui, em São Paulo, a atleta está com 28 anos e vestiu a camisa do Pinheiros na temporada 2019/20. Além de Brasília e Pinheiros, Paquiardi já atuou por Curitiba, Sesi-SP, Rio do Sul, Dentil/Praia Clube e São Caetano.

A ponteira se junta à mais oito atletas já confirmadas pelo clube do centro-oeste. O Brasília acertou as chegadas da levantadora Vivian Lima, da oposto Ariane, das ponteiras Ingrid Felix e Silvana, das centrais Edna, Aline e Daniele, e da líbero Vitória.

Mais em Vôlei