Siga o OTD

Vôlei

Bernardinho se diz frustrado com eliminação na primeira fase do Mundial de Clubes

Bernardinho se diz frustrado com eliminação na primeira fase do Mundial de Clubes

Depois de vencer o PSL All Star, das Filipinas, na estreia, o Rexona-Sesc fez dois jogos duros contra o Casalmaggiore, da Itália, e contra o Eczacibasi, da Turquia, mas acabou perdendo os dois no tie-break. Os resultados acabaram eliminando a equipe comandada por Bernardinho na primeira fase. Acostumado a vencer e com a medalha de ouro recém conquistada na Olimpíada do Rio de Janeiro, o técnico Bernardinho se mostrou frustrado com o fato do time não ter conseguido chegar à semifinal.

“O Eczacibasi é um time forte. Este é o nosso quarto jogo na temporada e ainda estamos procurando nosso ritmo e tentando encontrar o melhor sistema para podermos jogar. Eu estou frustrado porque podíamos ter feito alguma coisa melhor. Nós tivemos escolhas erradas, mas nós nunca perdemos quando aprendemos alguma coisa. Estou frustrado porque não vamos para a semifinal, mas vamos atrás da oportunidade de voltar ano que vem e fazer melhor”, afirmou o treinador logo depois da derrota desta quinta-feira.

Apesar da frustração, Bernardinho sabia que as chances do Rexona-Sesc eram pequenas no Mundial. As duas derrotas foram para times que têm em seus elencos verdadeiras seleções mundiais. A sensação ruim aconteceu pelo fato do time ter feito dois bons jogadores e ter tido chance de vencer as duas partidas.

Depois da derrota por 3 a 2 nesta quinta-feira, o Rexona-Sesc ainda tinha chances matemáticas. Mas precisava torcer para que o PSL All Stars vencesse pelo menos dois sets  contra o Casalmaggiore na última partida da rodada, mas a equipe italiana acabou vencendo o jogo sem maiores problemas por 3 a 0 (25/19, 25/15 e 25/21).

Apesar da eliminação na primeira fase, o Rexona-Sesc continua na disputa do Mundial de Clubes. O time vai participar do torneio de consolação no fim de semana para definir do quinto ao oitavo lugar da competição.

Mais em Vôlei