Siga o OTD

Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020

Tóquio 2020

Tóquio 2020 foi marcado por recordes, diversidade e protocolos de saúde

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos tiveram recorde de participação, de atletas LGBT, melhores marcas mundiais e segurança contra Covid

(Jonne Roriz/COB)

Tóquio 2020 foi marcado por recordes, diversidade e protocolos de saúde

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 deixaram saudades. Foram edições diferentes de todas as outras, a começar pela pandemia e a ausência de público. Mas foram também de feitos históricos, com recorde de participantes, melhores marcas mundiais e abertura à diversidade.

Começando pelos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, 11 mil atletas estiveram em ação na capital japonesa, representando 205 países, além do time de refugiados, batendo o recorde para o maior número de países presentes em uma edição de Olimpíada. Já os Jogos Paralímpicos tiveram o maior número de atletas participantes da história: 4.400 competidores, de 162 países.

+Veja tudo sobre os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020

Dentros das arenas, não foi diferente. Na Olimpíada, foram 26 novos recordes mundiais estabelecidos, enquanto na Paralimpíada, 157 atletas quebraram as melhores marcas do mundo. Além disso, houve mais 299 novos recordes paralímpicos estabelecidos no Japão.

Diversidade

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio 2020 também foram marcados pela diversidade. Na Olimpíada, pela primeira vez na história, o número de atletas homens e mulheres foi quase igual, chegando a cerca de 51% e 49%, respectivamente. A expectativa é que em Paris 2024, haja de vez uma igualdade de gênero. Além disso, os Jogos tiveram número recorde de atletas LGBTQIA+. Nos Jogos Olímpicos, foram 182, enquanto na Paralimpíada, 28.

Protocolos contra Covid-19

Para garantir Jogos seguros em meio à pandemia, várias etapas foram tomadas, incluindo a implementação de protocolos antes dos embarques e testes na chegada ao aeroporto. Além disso, houve gerenciamento de atividades e testes regulares durante o período de competições.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

Essas medidas mantiveram a taxa de positividade baixa durante os Jogos Olimpícos e Paralímpicos de Tóquio 2020, com 0,1% de testes positivos nas estações no aeroporto e 0,03% durante os teste seguintes. Segundo os organizadores, em um relatório divulgado pela prefeitura da capital, especialistas deram feedback positivo, dizendo que os Jogos foram conduzidos com segurança e os protocolos de teste da bolha e do Covid-19 na Vila Olímpica e Paralímpica funcionaram bem.

“Tóquio espera transmitir com firmeza as várias experiências que ganhou com os Jogos como um legado para a futura Tóquio. Esse legado contribuirá para a realização de objetivos como ‘uma sociedade inclusiva, onde uma diversidade de pessoas se apoiam’ e ‘uma sociedade sustentável'”, concluiu.

Mais em Tóquio 2020