Siga o OTD

Tóquio 2020

Medalhista em 2016, Israel Stroh estreia com vitória em batalha contra japonês

Medalhista de prata em 2016, Israel Stroh precisou de cinco sets para vencer, de virada, o japonês Masachika Inoue, no tênis de mesa dos Jogos Paralímpicos

israel stroh tênis de mesa jogos paralímpicos de tóquio 2020
Wander Roberto/CPB

Medalhista de prata do tênis de mesa na Rio-2016, Israel Stroh sofreu para vencer em sua estreia nos Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020. Pelo Grupo E da classe 7, o mesa-tenista de Santos precisou de cinco sets para superar o japonês Masachika Inoue, de virada, numa batalha que durou 44 minutos. Ao final do jogo, o brasileiro se atirou no chão, aliviado pelo resultado alcançado.

Logo no primeiro set, Israel Stroh teve noção da pedreira que tinha pela frente. Masachika Inoue chegou a abrir 7 a 1 logo de cara, mas o brasileiro foi reagindo aos poucos e enconstou no placar até conseguir a virada para fechar em 13 a 11.

+Assista ao vivo: tênis de mesa nos Jogos Paralímpicos de Tóquio-2020

Nos dois sets seguintes, no entanto, o domínio foi do japonês, que conseguiu se impor e virar o jogo com parciais de 11/5 e 11/9. Israel Stroh reagiu na quarta parcial e empatou o duelo ao vencer por 11/7. No quinto e decisivo set, o brasileiro chegou a abrir 10 a 6, mas viu o japonês salvar três match points. No fim, a vitória foi por apenas 11/9, resultado que deixou o mesatenista de Santos a mais um resultado positivo da classificação.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

Israel Stroh volta a jogar às 6h da manhã (horário de Brasília) de quinta contra o egípcio Sayed Youssef, que venceu por 3 a 1 na estreia o australiano Jake Ballestrino com parciais de 11/5, 8/11, 11/2 e 11/9.

Se Cátia Oliveira foi a única brasileira a vencer na sessão da madrugada, a etapa disputada pela manhã teve, além da vitória de Israel Stroh, a reabilitação de Danielle Rauen na classe 9 feminina. Depois de perder na estreia para a húngara Alexa Szivitacs por 3 a 1, ela bateu a turca Neslihan Kavas por 3 a 0 com parciais de 11/3, 11/8 e 11/9.

+ RECEBA NOTÍCIAS NO NOSSO CANAL NO TELEGRAM OU PARTICIPE DO NOSSO GRUPO DO WHATSAPP

Com o resultado, Danielle Rauen mantém suas chances de classificação, mas terá pela frente, na última rodada do Grupo A, um duelo duríssimo contra a chinesa Guiyan Xiong, única da chave a vencer os dois jogos disputados até agora.

+TUDO SOBRE O TÊNIS DE MESA NOS JOGOS PARALÍMPICOS

Pela mesma classe 9, Jennyfer Parinos sofreu sua segunda derrota e se complicou na competição. Ela perdeu para a sul-coreana Kim Kun-Hea por 3 a 1 com parciais de 12/10, 9/11, 11/8 e 11/6. Para se classificar, ela precisa vencer na última rodada do Grupo B a polonesa Karolina Pek e ainda torcer por uma combinação de resultados.

Fechando a participação brasileira nesta quarta-feira no tênis de mesa dos Jogos Paralímpicos, mais três derrotas. Na classe 10 masculina, Carlos Carbinatti perdeu para o francês Mateo Boheas, por 3 a 0 (11/4, 11/4 e 11/8). Na classe 7 feminina, Millena França caiu para a chinesa Wang Rui, pelo mesmo placar (4/11, 1/11 e 3/11), que se repetiu na classe 4 feminina, com Joyce Oliveira, vencida pela chinesa Gu Xiaodan (5/11, 4/11 e 3/11).

Mais em Tóquio 2020

viagra