Siga o OTD

Tóquio 2020

Brasil perde para Hong Kong e cai nas oitavas da disputa por equipes femininas

Seleção feminina formada por Carol Kumahara, Bruna Takahashi e Jessica Yamada cai nas oitavas para equipe de Hong Kong após derrota por 3 a 1

Brasil perde para Hong Kong e cai nas oitavas da disputa por equipes femininas

A seleção brasileira de tênis de mesa acabou derrotada nas oitavas de final da disputa por equipes da modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Enfrentando o time de Hong Kong, o time representado por Bruna Takahashi, Jéssica Yamada e Carol Kumahara acabou derrotado por 3 a 1 em quatro jogos de alto nível. Com o resultado, o tênis de mesa feminino do Brasil despediu dos Jogos de Tóquio.

No primeiro duelo da noite, Carol Kumahara e Jessica Yamada começaram sofrendo com as bolas rápidas das honconguesas Soo Wei Yam Minnie e Lee Ho Ching. Rapidamente equilibraram o confronto e brigaram até o final da primeira parcial, com uma boa atuação. As dificuldades aumentaram no segundo set, quando as brasileiras passaram a errar mais e ficaram com 6 a 1 contra no placar. Foram novamente buscar a desvantagem, mas não conseguiram reverter o quadro, em razão da maior regularidade das asiáticas.

O terceiro set foi o que teve o maior equilíbrio no início, com Carol e Jessica chegando a liderar o placar. Após a igualdade em seis pontos, as honconguesas abriram dois pontos de frente e o técnico Hugo Hoyama pediu tempo, mas foi insuficiente para mudar o quadro, com as asiáticas fechando em 3 a 0 (9/11, 8/11 e 9/11).

Duro desafio para Bruna

No segundo confronto, Bruna Takahashi, melhor brasileira no ranking mundial (48ª), encarou Doo Hoi Kem, a 15ª colocada da lista. Começou vencendo o primeiro set, mas permitiu a virada para uma adversária que pouco errava na partida e fez dez pontos consecutivos.

+ Confira tudo sobre a disputa do tênis de mesa nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Bruna Takahashi variou o seu jogo na segunda parcial e abriu 4 a 0. Apostando nos golpes mais ousados contra uma adversária muito regular, conseguiu manter o controle até o finalzinho, mas sofreu para fechar e acabou permitindo nova virada. O terceiro set teve o controle da honconguesa. Bruna ainda tentava reagir na disputa, mas não conseguiu impor seu jogo e foi superada, por 3 a 0 (3/11, 12/14 e 7/11).

Carol faz grande partida

A 45ª colocada no ranking, Lee Ho Ching era o obstáculo para Carol Kumahara (144ª), que precisava vencer para manter as brasileiras vivas no torneio. E não se intimidou com a responsabilidade. Abriu 6 a 1 no placar, segurou a reação da asiática e teve frieza para fechar em 11 a 8.

Tênis de mesa Tóquio Jéssica Yamada Bruna Takahashi Carol Kumahara
Time brasileiro acabou derrotado nas oitavas ao ser superado por Hong Kong (Gaspar Nóbrega/COB)

Carol também começou melhor no segundo set. Lee voltou a equilibrar o jogo, mas a brasileira seguiu com ótimo aproveitamento nos ralis e nos saques. Assim, conseguiu vencer mais uma vez, por 11 a 9. No terceiro set, Lee mudou sua tática, fazendo com que Carol tivesse muito mais dificuldade, diminuindo a desvantagem.  

A brasileira voltou a controlar a partida na quarta parcial. Abriu 5 a 3 no placar e fez com que o técnico de Hong Kong de tênis de mesa pedisse tempo para orientar a sua atleta. A asiática iniciou a reação e conseguiu a virada no finalzinho. O set decisivo começou extremamente equilibrado. Da metade para a frente, Carol fez uma grande atuação, agressiva e precisa nos ralis, com trocas de bolas espetaculares, fechando em 3 a 2 (11/8, 11/9, 5/11, 9/11 e 11/6).

Jessica faz outro duelo disputado

Na sequência, Jessica Yamada precisava repetir o grande desempenho de Carol Kumahara, contra a forte Doo Hoi Kem. No primeiro set, a honconguesa foi absoluta. A brasileira reagiu no segundo set, conseguindo impor seu jogo. Assim, conseguiu empatar o duelo em 1 a 1.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

A terceira parcial começou com Jessica comandando o placar. Mas a honconguesa variou seu saque, conseguiu virar rapidamente e controlou a partida, panorama que não mudou muito no quarto set. A brasileira ainda reagiu, mas a asiática fechou em 3 a 1 (5/11, 11/9, 5/11 e 10/12), conquistando a classificação em Tóquio.

“Foi um jogo muito bom das meninas, os quatro jogos com concentração muito boa. As jogadoras de Hong Kong de Tênis de mesa são superiores, mas o jogo mais agressivo que o normal das nossas meninas fez com que as partidas fossem mais duras. Para mim, foi um dos melhores jogos de equipes que já fizemos. Queria parabenizá-las”, disse o técnico Hugo Hoyama.

Mais em Tóquio 2020