Siga o OTD

Tiro com Arco

Brasil ganha prata com Daniel Xavier e bronze por equipes no Grand Prix de Monterrey

O Brasil encerrou a participação no Grand Prix de Monterrey de tiro com arco com duas medalhas: Daniel Xavier foi prata no individual, enquanto a equipe ficou com a medalha de bronze na disputa por países da competição.

O resultado mais importante foi o de Daniel Xavier. Depois de ficar em 12o. nas classificatórias, o brasileiro venceu os quatro combates eliminatórios que teve pela frente para chegar à decisão da medalha de ouro, mas não conseguiu conquistá-la ao perder para o mexicano Luis Tapia por 6 a 2.

Dos quatro brasileiros na competição, Daniel Xavier foi o que teve o segundo melhor resultado nas classificatórias, realizadas na terça-feira. Ele somou 639 pontos para ficar com a 12a. colocação. Marcus Vinícius D’Almeida fez 671 e se garantiu na liderança. Raphael Brandão ficou em 21o. com 612 e Marcus Vinícius Porto foi o 24o. com 594 pontos.

Nas eliminatórias houve logo de cara um confronto entre brasileiros e Daniel Xavier despachou Raphael Brandão por 7 a 1. Marcus Vinícius D’Almeida não teve dificuldades contra o mexicano Daniel Zuñiga e venceu por 6 a 1. Já Marcus Vinícius Porto encarou o mexicano Andres Aguilar e chegou ao resultado positivo por 6 a 0.

Nas oitavas-de-final, Daniel Xavier derrotou Jorge Cárdenas, do México, por 6 a 0, enquanto Marcus Vinícius D’Almeida venceu no desempate por 6 a 5 o chileno Pablo Pradenas depois de um empate em 9 a 9. Marcus Vinícius Porto não teve a mesma sorte e foi eliminado pelo argentino Ignacio Escalante por 6 a 2.

O mesmo Escalante foi o algoz de Marcus Vinícius D’Almeida nas quartas-de-final ao eliminá-lo por 7 a 3. Daniel Xavier foi o brasileiro que sobrou na disputa e chegou à semifinal ao bater o mexicano Hector Sansores por 6 a 4.

Na disputa por um lugar na final, Daniel Xavier vingou os brasileiros eliminados por Ignacio Escalante ao derrotar o rival por 7 a 3 e se classificar para enfrentar Luis Tapia na decisão em que foi derrotado neste sábado por 6 a 2.

Apenas quatro países participaram da disputa por equipes do Grand Prix de Monterrey de tiro com arco. Depois de ficar em segundo lugar, atrás apenas do México, na fase de classificação, o Brasil enfrentou o Chile na semifinal nesta quinta-feira, mas acabou derrotado e conquistou a medalha de bronze diante da Guatemala.

Daniel Xavier, Marcus Vinícius D’Almeida e Raphael Brandão formaram a equipe brasileira, que somou 1922 pontos na fase de classificação contra 1976 do México, 1917 do Chile e 1827 da Guatemala.

Com esses resultados, o México pegou a Guatemala na semifinal e venceu por 5 a 4 no desempate. Já o Brasil teve pela frente o Chile e acabou perdendo por 5 a 1.

Na decisão do terceiro lugar, os brasileiros derrotaram os guatemaltecos por 5 a 3 para ficar com a medalha de bronze.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Fundador e diretor de conteúdo do Olimpíada Todo Dia

Mais em Tiro com Arco