Siga o OTD

Tênis

Matos e Stefani caem para favoritos nas mistas em Wimbledon

Luisa Stefani e Rafael Matos perderam para os bicampeões Neal Skupski/Desirae Krawczyk na estreia de Wimbledon

Luisa Stefani e Rafael Matos conversando antes de partida em Wimbledon
(Foto: Jimmie48)

Os brasileiros Luisa Stefani e Rafael Matos perderam na primeira rodada da chave de duplas mistas de Wimbledon. Eles acabaram derrotados pelo britânico Neal Skupski e pela estadunidense Desirae Krawczyk, bicampeões do torneio, por 2 a 1 (6/4, 6/7 [4] e 11-9), nesta segunda-feira (08). Com isso, o Brasil não tem mais representantes nas disputas sêniores do Grand Slam.

Mesmo com o favoritismo dos adversários que também são cabeças de chave número seis da atual edição, Stefani e Matos fizeram um primeiro set equilibrado. Eles precisaram salvar um break point no quarto game, mas confirmaram todos os demais games de serviço com relativa tranquilidade. Quando tudo estava igualado, Skupski/Krawczyk obteve um break no décimo game e fechou a parcial em 6/4.

Assim como aconteceu no primeiro set, as duas duplas confirmaram seus serviços iniciais na segunda parcial. Luisa e Rafa tiveram desperdiçaram três break points no quinto game, enquanto o britânico e a estadunidense falharam em uma tentativa no oitavo game. O duelo teve de ir para o tie-break, onde os brasileiros levaram a melhor por 7-4, após boa atuação de Matos.

Com os sets igualados, a partida foi para o match tie-break, disputado até dez pontos. Cada dupla chegou a ter uma mini-quebra de vantagem no início da parcial, mas levou o empate. Skupski/Krawczyk enfim abriu dois pontos em 8-6 e os brasileiros viraram para 9-8. Eles desperdiçaram o match point e viram a dupla adversária marcar três pontos seguidos, virando o placar para vencer por 11-9.

Neal Skupski e Desirae Krawczyk foram duas vezes campeões de Wimbledon, em 2021 e em 2022. Além disso, eles vivem grande fase na temporada, após terem sido finalistas nos dois primeiros Grand Slams do ano: foram vice-campeões no Australian Open e em Roland Garros. Já Luisa Stefani e Rafael Matos foram campeões do Australian Open 2023 e disputam seu segundo torneio juntos neste ano.

De olho em Paris?

Rafael Matos/Luisa Stefani é uma dupla que pode sonhar com um bom resultado nos Jogos Olímpicos de Paris-2024. No entanto, a parceria ainda não está confirmada no megaevento. Isto porque Rafael Matos ainda não está classificado. Ele e Marcelo Melo não garantiram vaga por meio do ranking e aguardem desistência de alguma dupla para entrarem na chave masculina.

Luisa e Rafael também foram os últimos brasileiros a entrar em ação nas disputas sênior de Wimbledon. Pelo individual Bia Haddad Maia caiu na terceira rodada do feminino, enquanto Thiago Wild parou na segunda rodada do masculino. Nas duplas, o melhor resultado foi o de Rafael Matos/Marcelo Melo, que chegou nas oitavas de final.

Paulistano de 22 anos. Jornalista formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Estou no Olimpíada Todo Dia desde 2022. Cobri os Jogos Mundiais Universitários de Chengdu e os Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023.

Clique para comentar

Você deve estar logado para postar uma comentário Login

Deixe um Comentário

Mais em Tênis