Siga o OTD

Surfe

Dois brasileiros estão entre os 12 melhores na disputa pelo título mundial júnior de surfe

Depois de três fases disputadas, dois brasileiros seguem na briga pelo título do Mundial Júnior de surfe, que está sendo disputado em Kiama, na Austrália. Wesley Dantas e Matheus Herdy estão classificados entre os 12 melhores que vão lutar pela taça de campeão.

Wesley Dantas venceu as duas baterias que disputou até agora no Mundial Júnior de surfe

O Mundial Júnior de surfe começou na última quarta-feira com a disputa da primeira fase. Foram 12 baterias com três surfistas cada uma, classificando os primeiros colocados direto para a terceira fase e mandando os outros 24 para a repescagem. Dos brasileiros, tanto Wesley Dantas quanto Matheus Herdy começaram com vitória neste dia.

Irmão de Wiggoly Dantas, que disputa a WSL, elite do circuito profissional de surfe, Wesley derrotou dois havaianos na primeira rodada. Ele começou com notas medianas na casa dos 5 pontos e garantiu a vitória por 13,00 pontos com o 7,33 recebido em sua melhor apresentação. Noa Mizuno ficou em segundo lugar com 9,73 pontos e Logan Bediamol em terceiro com 8,46.

“A primeira bateria do campeonato é sempre muito difícil”, disse Weslley Dantas. “É quando os juízes estão definindo sua escala de pontuação e você nunca sabe realmente o que precisa fazer para obter boas notas. Eu fiquei bem nervoso por causa disso, mas fiquei feliz por ter passado direto para a terceira fase”, disse o brasileiro logo depois da primeira vitória.

A outra vitória brasileira na quarta-feira foi conquistada pelo catarinense Mateus Herdy. Ele estreou na nona bateria do dia e só confirmou a classificação direta para a terceira fase nas duas últimas ondas que pegou. O surfista da Ilha Guadalupe, Thomas Debierre, começou bem com nota 7,00, ganhou 4,17 na segunda e liderou todo o confronto, até Mateus Herdy conseguir notas 5,83 e 5,60 em duas ondas seguidas para virar o placar para 11,43 a 11,17 pontos. Che Allan, de Barbados, ficou em último com 6,94 pontos.

Kim Matheus Marcondes foi eliminado pelo peruano Alonso Correa na repescagem

Já Kim Matheus Marcondes não conseguiu vencer a bateria que disputou ao cair diante do norte-americano Griffin Colapinto, que somou 13,27 pontos para seguir direto para a terceira fase, deixando o brasileiro na repescagem.

A quinta-feira acabou marcando a eliminação de Kim do Mundial Júnior de Surfe, que foi derrotado na repescagem no duelo sul-americano contra o peruano Alonso Correa por 14,83 a 12,90, deixando as esperanças de título apenas com Wesley Dantas e Matheus Herdy no masculino.

Na sexta-feira houve apenas o início da disputa das eliminatórias do feminino no Mundial Júnior de surfe, enquanto a competição dos homens acabou não acontecendo neste dia por conta da piora das condições do mar.

Tânia Hinckel, de apenas 13 anos, foi eliminada por uma diferença de apenas 0,27 pontos

Quem representou o Brasil entre as mulheres foi a catarinense Tainá Hinckel, de apenas 13 anos. Depois de cair para a repescagem ao perder para a havaiana Mahina Maeda na primeira fase, a surfista por muito pouco não surpreendeu a americana Caroline Marks. A bateria foi fraca de ondas e as duas só conseguiram surfar as duas que são computadas no resultado. A atual campeã sul-americana Pro Junior da WSL South America começou bem com nota 5,17, mas sua oponente pegou duas antes dela que valeram 4,60 e 4,07. Tainá precisava então de 3,50 para vencer e pegou uma onda no último minuto que só rendeu uma manobra. Dois dos cinco juízes acharam que valia a vitória, mas a média da nota ficou em 3,23 e o placar em 8,67 a 8,40 pontos.

Matheus Herdy eliminou o americano Kei Kobayashi e está entre os 12 melhores do Mundial

A competição masculina só foi retomada neste domingo com a disputa da repescagem e da terceira fase. Matheus Herdy foi para o mar na segunda bateria e eliminou o americano Kei Kobayashi por 14,40 a 11,63. Na nona bateria, Wesley Dantas teve um duelo equilibradíssimo contra o australiano Sandon Whittaker, mas acabou vencendo por 12,07 a 11,83, apenas 0,24 de vantagem.

Próxima chamada do Mundial Júnior de Surfe está marcada para 18h30 deste domingo

Os dois brasileiros voltam à disputa nesta segunda-feira para a disputa da quarta fase do Mundial Júnior de surfe. A chamada está marcada para acontecer às 7h30 (18h30 de domingo no horário de Brasília). Os doze surfistas foram divididos em quatro baterias e os dois primeiros de cada uma delas se classifica para as quartas-de-final do Mundial júnior de surfe.

Matheus Herdy vai disputar a primeira bateria contra o francês Marco Mignot e contra o sul-africano Jordy Maree. Já Wesley Dantas entra no mar na terceira bateria contra o americano Griffin Colapinto e o australiano Reef Heazlewood.

 

 

Mais em Surfe