Siga o OTD

Surfe

Mais seis avançam e Brasil tem todos os surfistas vivos em Bells

Tatiana Weston-Webb, João Chianca, Caio Ibelli, Deivid Silva, Jadson André e Miguel Pupo avançaram para a terceira rodada da quarta etapa do circuito mundial de surfe, onde já estavam Italo Ferreira, Filipe Toledo e Samuel Pupo

Tatiana Weston-Webb surfe Bells Beach circuito mundial de surfe brasileiros
Tati Weston-Webb marcou a segunda maior nota do dia no feminino (@WSL / Ed Sloane)

Mais seis brasileiros avançaram para a terceira rodada da etapa de Bells Beach, na Austrália, do circuito mundial de surfe. Tatiana Weston-Webb, no feminino, João Chianca, Caio Ibelli, Deivid Silva, Miguel Pupo e Jadson André juntam-se a Italo Ferreira, Filipe Toledo e Samuel Pupo e, com isso, todos os representantes do país seguem vivos na competição. A etapa de Bells Beach é a quarta e penúltima antes do primeiro corte da temporada. Ele virá após a de Margaret River, também na Austrália, com janela marcada para 24 de abril a 4 de maio.

Neste segundo dia, realizado entre a noite de segunda (11) e a madrugada de terça (12) pelo horário de Brasília, as disputas mudaram para Winkipop, mais à esquerda de Bells Beach, por apresentar melhores condições de surfe. Tati Weston-Webb disputou a rodada de abertura contra Sally Fitzgibbons e Bronte Macaulay, ambas australianas, e ficou em primeiro lugar somando 14,10 pontos. Ela achou uma boa direita no início e arrancou um 8,17 (abaixo), a segunda maior nota do dia no feminino. Macaulay marcou 13,60 e Fitzgibbons, 13,06. A brasileira já foi vice-campeã em Bells Beach em 2018 e vem de vitória na etapa passada da atual temporada, em Portugal.

“Eu acho que minha lesão em Sunset Beach me deixou sem pressão para ter um bom resultado em Portugal e eu acabei ganhando lá. Então, estou tentando manter a mesma mentalidade aqui”, disse Tati. “As ondas estão bem divertidas hoje aqui em Winkipop e até surfei com uma prancha que não usaria em Bells, do mesmo modelo que usei na final em Portugal, só que uma nova. Sem dúvidas, é um sonho meu tocar o sino (do troféu da vitória em Bells), mas tem que ir devagarinho, bateria por bateria, sempre tentando surfar o melhor possível cada onda.”

Mais cinco no masculino

O dia começou com Caio Ibelli e João Chianca na água ao lado de Conner Coffin, dos Estados Unidos, na primeira rodada do masculino. Chianca, o Chumbinho, venceu com 11,93 pontos com Caio Ibelli colado nele, somando 11,33. Com isso, os dois brasileiros passaram direto para a terceira rodada. A seguir, Jadson André competiu em uma bateria bem equilibrada contra o australiano Jack Robinson e o estadunidense Kolohe Andino. Jadson estava se classificando em segundo lugar até o último minuto, quando Robinson conseguiu superá-lo e mandou o brasileiro para a repescagem. Lá, ele se recuperou e também avançou para a terceira rodada.

João Chianca surfe Bells Beach circuito mundial de surfe brasileiros
Chumbinho está luta para superar o corte (@WSL / Aaron Hughes)

Na terceira bateria masculina do dia, mais dois representantes do país foram para a água. Deivid Silva venceu com 11,27 e Miguel Pupo ficou em segundo com 10,90, apenas seis centésimos à frente de Jake Marshall (10,84), dos Estados Unidos. Assim, os dois avançaram e garantiram o 100% de presença de brasileiros na terceira rodada. Italo Ferreira, Filipe Toledo e Samuel Pupo havia chegado na mesma fase no dia anterior, o que abriu a etapa de Bells Beach do circuito mundial de surfe.

“Eu fiquei bem nervoso no final da bateria, mas deu tudo certo e estou feliz por avançar junto com o meu amigo, Miguel (Pupo)”, disse Deivid Silva, também conhecido como DVD. “Sabia que ia ser difícil, porque o Jake (Marshall) é um ótimo surfista e começou a bateria muito bem. Foi tenso, pois só consegui pegar uma onda boa mesmo quando faltavam dois minutos pra terminar. Mas acabou sendo a maior nota da bateria. As ondas estão boas aqui em Winkipop e gosto de competir nessa condição. Bora pra frente, porque quero superar o nono lugar que tive aqui em 2019.”

Acima dos Top 22

Deivid Silva é um dos brasileiros que estão abaixo da linha de corte na elite. Após Margaret River, apenas os 22 primeiros colocados no ranking seguirão competindo na segunda metade da temporada e já com vagas garantidas na elite para a temporada de 2023. Os outros são Jadson André, João Chianca, além de Gabriel Medina e Yago Dora, sendo que esses dois últimos ainda não competiram esse ano.

Próxima chamada

A terceira rodada da etapa de Bells Beach do circuito mundial de surfe tem chamada marcada para as 20h desta terça-feira, pelo horário de Brasília, 7h da manhã de quarta (13) em Vitória, na Austrália. O feminino está nas oitavas de final e Tatiana Weston-Webb vai enfrentar mais uma australiana, Bronte Macaulay, na terceira bateria.

+SIGA O OTD NO YOUTUBETWITTERINSTAGRAMTIK TOK E FACEBOOK

O masculino está na Rodada dos 32. Caio Ibelli é o primeiro dos brasileiros a entrar na água, na segunda bateria contra Nat Young, dos EUA. Filipe Toledo pega Mikey Wright na quinta; João Chianca tem o havaiano John John Florence na sétima; Miguel Pupo e Deivid Silva duelam na 11ª; Jadson Andre vem na 12ª contra Kolohe Andino, outro dos EUA; Samuel Pupo pega o estadunidense Jake Marshall na 15ª; e a 16ª e última tem o campeão olímpico Italo Ferreira contra o australiano Ryan Callinan. Apenas o vencedor avança, quem perder está eliminado da lendária praia do surfe internacional.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Surfe