Siga o OTD

Stephanie Gilmore circuito mundial de surfe wsl Sunset Beach Havaí

Surfe

WSL cancela etapa de janeiro do Mundial por causa do Covid

WSL anuncia o cancelamento da etapa de janeiro, que seria no Havaí, e o adiamento por tempo indeterminado da de fevereiro, marcada para Califórnia

Aumento de casos de Covid no Havaí e na Califórnia motivaram as mudanças no calendário do Mundial (Kelly Cestari/WSL)

WSL cancela etapa de janeiro do Mundial por causa do Covid

Depois de conseguir realizar com sucesso a primeira etapa do Mundial de Surfe em Pipeline em dezembro, a World Surf League (WSL) cancelou nesta terça-feira o Sunset Open, segundo encontro da temporada que estava marcado para acontecer entre os dias 19 e 28 de janeiro. Além disso, o Santa Cruz Pro, última perna da perna norte-americana, que estava programado para acontecer em fevereiro na Califórnia, foi suspenso por tempo indeterminado.

A WSL anunciou a decisão pouco depois do Governo do Havaí suspender todas as competições de surfe no Estado por causa do avanço da pandemia provocada pelo novo coronavírus. “A saúde pública e a segurança de nossas comunidades, competidores, espectadores e visitantes estão em primeiro lugar nesta decisão. Pedimos respeitosamente por sua paciência, compreensão e cooperação nestes tempos muito desafiadores, enquanto todos nós encontramos o caminho a seguir juntos durante esta pandemia global”, disse o comunicado do governo havaiano.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Apesar da proibição de eventos de surfe valer apenas para o Havaí, a WSL justificou a suspensão do Santa Cruz Pro, marcado para fevereiro na Califórnia, por respeito aos surfistas. “A decisão de adiar o Santa Cruz Pro, o último evento planejado da etapa americana do Tour, é baseada principalmente no aumento de casos COVID-19 na Califórnia. O adiamento também é fortemente influenciado pelo tempo que nossos atletas estão longe de casa e pelas complexidades das viagens globais durante esta pandemia, o que teria causado desafios logísticos significativos para os atletas e funcionários para viajar para casa e voltar à Califórnia para o evento”, explicou o comunicado WSL.

Com o cancelamento do Sunset Open e a suspensão do Sunset Pro, o Mundial de surfe só voltará a ser disputado em abril com as disputas das etapas de Bells Beach e Margareth River, que marcam o início da perna australiana, que termina em maio com a competição em Goald Coast.

Depois da Austrália, a previsão é a de que o Mundial de surfe venha para o Brasil para a disputa da etapa de Saquarema, marcada para acontecer entre 11 e 20 de junho.

Mais em Surfe