Siga o OTD

Surfe

Tati e mais cinco brasileiros avançam no 2º dia em Bells

Michael Rodrigues e Tati Weston-Webb são os destaques do 2º dia da etapa de Bells Beach.

Tati e mais cinco brasileiros avançam no 2º dia em Bells

Depois de três dias sem ondas no Rip Curl Pro Bells Beach, a competição foi retomada neste domingo (21). A World  Surf League (WSL) colocou na água as baterias restantes do round 1 masculino, as 6 baterias do round 1 feminino e realizou a segunda fase de ambas as categorias. Assim, os primeiros eliminados foram conhecidos. Pelo lado brasileiro, apenas uma baixa: Jesse Mendes. Deivid Silva, Willian Cardoso, Peterson Crisanto, Michael Rodrigues e Tatiana Weston-Webb avançaram para o terceiro round da competição, que deve ser realizado entre terça e quarta-feira.

As ondas, finalmente, deram as caras na Austrália. Nada muito excepcional, mas o suficiente para que os atletas conseguissem concluir três ou quatro manobras nas melhores das séries. A previsão indica que uma grande ondulação entre a partir de quarta-feira, com condições excelentes previstas para a madrugada de quinta para sexta aqui no Brasil.

Michael Rodrigues faz maior nota do evento

Após não encontrar seu melhor surfe na primeira fase, o cearense Michael Rodrigues tornou-se o grande destaque do round 2 em Bells Beach. Ele conseguiu superar o 8.27 de Filipe Toledo e fazer a maior nota do evento até aqui: 8.50. Na onda, ele conseguiu uma variação incrível de manobras, com um reverse, floater, rasgada e batida na junção. Passou sua bateria com facilidade e agora terá o desafio de encarar seu compatriota Peterson Crisanto no round 3.

Peterson e Deivid vencem pela primeira vez no CT

Nesta noite de domingo, Peterson Crisanto e Deivid Silva venceram suas primeiras baterias do CT. Os dois que haviam ficado em 17º na etapa da Gold Coast ainda não tinham ficado em 1º em uma disputa da elite e, até por isso, sofreram com o nervosismo para participar da entrevista em inglês com a repórter australiana Rosy Hodge. Injeção de moral importante para dois surfistas que precisam avançar baterias para se aproximar do objetivo, que é a manutenção no CT.

Assista abaixo os melhores momentos da bateria de Deivid Silva:

Assista abaixo os melhores momentos da bateria de Peterson Crisanto:

Caio Ibelli acaba com jejum

Caio Ibelli no Rip Curl Pro Bells Beach 2019. Foto: WSL/Dunbar

Depois de 4 eventos sem avançar uma bateria sequer, o paulista Caio Ibelli, finalmente, conseguiu ir à próxima fase. E foi por pouco. Se não fossem os erros cometidos pelo francês Joan Duru, Caio talvez não estivesse no terceiro round. Na bateria em que Michael Rodrigues sobrou, Ibelli encontrou uma grande onda de duas manobras rápidas, que lhe deixou em vantagem. No final, o francês perdeu muito tempo com a prioridade, esperando uma série que acabou não vindo. Agora, Caio enfrentará Filipe Toledo por vaga nas oitavas de final da competição e se quiser superá-lo precisará retomar o surfe de antes de sua lesão.

Jesse Mendes perde na última onda

A vida de Jesse Mendes não tem sido fácil na elite do surfe mundial. O paulista vem sempre cometendo erros estratégicos cruciais, que lhe impedem de avançar baterias importantes. Dessa vez, não foi diferente. Em uma bateria decidida por 0.04 no minuto final, ele acabou eliminado por Mikey Wright. Para quem assistiu a bateria, a distância até que foi pequena, comparado ao surfe produzido pelo brasileiro, que foi fraco. Jesse precisa rever seus conceitos, tanto de escolha de manobras, quanto de estratégia durante uma bateria, pois qualidade ele tem, falta saber aproveitá-la.

Tati estreia com a maior nota do feminino

Se no masculino, o Brasil teve a maior nota do evento com Michael Rodrigues, no feminino não foi diferente. Tatiana Weston-Webb, única representante do país, abusou do “power surf” de backside para arrancar um 8.00 dos juízes. Ela passou sua bateria com facilidade diante da australiana Macy Callaghan e da sua carrasca na Gold Coast, a havaiana Malia Manuel.

Baterias do round 1 – Rip Curl Pro Bells Beach masculino

1) Owen Wright (AUS) 8.20 x Jeremy Flores (FRA) 9.97Jadson André (BRA) 12.23
2) Jordy Smith (AFS) 10.26 x Adrian Buchan (AUS) 8.07 x Jack Freestone (AUS) 7.84
3) Filipe Toledo (BRA) 15.87 x Xavier Huxtable (AUS) 10.23 x Kelly Slater (EUA) 10.63
4) Ítalo Ferreira (BRA) 10.06 x Ezekiel Lau (HAV) 10.57 x Caio Ibelli (BRA) 9.73
5) Julian Wilson (AUS) 13.73 x Joan Duru (FRA) 11.00 x Jacob Wilcox (AUS) 13.74
6) Gabriel Medina (BRA) 13.70 Ryan Callinan (AUS) 13.00 x Harrison Mann (AUS) 7.87
7) C. Coffin (EUA) 10.77 x Michael Rodrigues (BRA) 9.56 x Leo Fioravanti (ITA) 10.66
8) Kolohe Andino (EUA) 10.77 x Seth Moniz (HAV) 8.67 x Soli Bailey (AUS) 8.37
9) Wade Carmichael (AUS) 8.04 x Yago Dora (BRA) 10.10 x Ricardo Christie (NZL) 11.83
10) Michel Bourez (FRA) 10.60 x Reef H. (AUS) 10.34 x Deivid Silva (BRA) 10.67
11) JJ Florence (HAV) 13.00 x Jesse Mendes (BRA) 7.53 x Willian Cardoso (BRA) 7.67
12) K. Igarashi (JAP) 10.46 x Mikey Wright (AUS) 9.33 x Peterson Crisanto (BRA) 10.87

Baterias do round 2 – Rip Curl Pro Bells Beach masculino

1) Owen Wright (AUS) 11.30 x Jack Freestone (AUS) 10.80 x Harrisson Mann (AUS) 8.37
2) Soli Bailey (AUS) 13.03 x Wade Carmichael (AUS) 11.74 x Xavier Huxtable (AUS) 11.40
3) Mikey Wright (AUS) 11.50 x Jesse Mendes (BRA) 11.46 x Reef H. (AUS) 12.67
4) Michael Rodrigues (BRA) 12.83 x Joan Duru (FRA) 7.64 x Caio Ibelli (BRA) 11.07

Baterias do round 3 – Rip Curl Pro Bells Beach masculino

1) Julian Wilson (AUS) x Kelly Slater (EUA)
2) Peterson Crisanto (BRA) x Michael Rodrigues (BRA)
3) Conner Coffin (EUA) x Soli Bailey (AUS)
4) Michel Bourez (FRA) x Ryan Callinan (AUS)
5) Filipe Toledo (BRA) x Caio Ibelli (BRA)
6) Mikey Wright (AUS) x Seth Moniz (HAV)
7) Kolohe Andino (EUA) x Jacob Wilcox (AUS)
8) Wade Carmichael (AUS) x Deivid Silva (BRA)
9) Gabriel Medina (BRA) x Reef Heazlewood (AUS)
10) Willian Cardoso (BRA) x Yago Dora (BRA)
11) Owen Wright (AUS) x Ricardo Christie (NZL)
12) John John Florence (HAV) x Jadson André (BRA)
13) Ítalo Ferreira (BRA) x Jack Freestone (AUS)
14) Ezekiel Lau (HAV) x Jeremy Flores (FRA)
15) Kanoa Igarashi (JAP) x Adrian Buchan (AUS)
16) Jordy Smith (AFS) x Leonardo Fioravanti (ITA)

Baterias do round 1 – Rip Curl Pro Bells Beach feminino

1) Lakey Peterson (EUA) 11.84 x Nikki Van Dijk (AUS) 12.66 x Paige Hareb (NZL) 7.40
2) Carissa Moore (HAV) 10.60 x Coco Ho (HAV) 13.86 x Keely Andrew (AUS) 10.16
3) Stephanie Gilmore (AUS) 15.50 x Bronte Macaulay 10.33 x Kobie Enright (AUS) 11.77
4) Caroline Marks (EUA) 12.74 x C. Conlogue (EUA) 9.27 x Brisa Hennesy (CRC) 13.90
5) Tati Weston-Webb (BRA) 14.00 x M. Manuel (HAV) 8.57 x M. Callaghan (AUS) 12.10
6) Johanne Defay (FRA) 14.50 x Sally Fitzgibbons (AUS) 13.16 x S. Erickson (EUA) 12.00

Baterias do round 2 – Rip Curl Pro Bells Beach feminino

1) Malia Manuel (HAV) x Sage Erickson (EUA) x Keely Andrew (AUS)
2) Courtney Conlogue (EUA) x Bronte Macaulay (AUS) x Paige Hareb (NZL)

Baterias do round 3 – Rip Curl Pro Bells Beach feminino

1) Lakey Peterson (EUA) x Sage Erickson (EUA)
2) Johanne Defay (FRA) x Coco Ho (HAV)
3) Carissa Moore (HAV) x Macy Callaghan (AUS)
4) Nikki Van Dijk (AUS) x Courtney Conlogue (EUA)
5) Stephanie Gilmore (AUS) x Kobie Enright (AUS)
6) Sally Fitzgibbons (AUS) x Malia Manuel (HAV)
7) Caroline Marks (EUA) x Bronte Macaulay (AUS)
8) Tatiana Weston-Webb (BRA) x Brisa Hennessy (CRC)

Mais em Surfe