Siga o OTD

Surfe

Filipe Toledo é o destaque do 1º dia da etapa de Bells

Filipe Toledo faz a melhor onda e a maior somatória do 1º dia de competições em Bells Beach. Medina, Ítalo, Dora e Jadson também avançam.

Divulgação WSL

Começou o Rip Curl Pro Bells Beach 2019! Não da forma que todos queriam, é verdade. Em um mar pequeno e com formação e vento ruins no pico de Winkipop, a segunda etapa do mundial de surfe de 2019 teve suas primeiras nove baterias da categoria masculina, com destaque para o brasileiro Filipe Toledo na madrugada desta quinta-feira (18). O ubatubense fez 15.87 em sua sessão e superou com facilidade o undecacampeão do mundo, Kelly Slater. Gabriel Medina, Ítalo Ferreira, Yago Dora e Jadson André foram os outros brasileiros que avançaram direto para o round 3. Ainda restam três baterias do primeiro round a serem realizadas e a próxima chamada acontece às 17h45, de Brasília, nesta quinta-feira. Assista ao vivo aqui!

A previsão da janela na australiana Bells Beach não é das melhores. Apenas uma ondulação deve entrar no pico nos últimos 3 dias. Por isso, a World Surf League (WSL) optou por iniciar o campeonato em um pico alternativo e ondas de qualidade baixíssima. Melhor para quem está acostumado com esse tipo de condição e conseguiu se adaptar. Caso de Jadson André, Filipe toledo, Conner Coffin, Ricardo Christie, entre outros.

Jadson André domina bateria pesada

Antes do início do campeonato, Jadson André era zebra total em sua bateria diante do australiano Owen Wright e do francês Jeremy Flores. Afinal, ele estava surfando de backside contra dois competidores experientes em um dos palcos mais difíceis do tour. No entanto, com as condições degradadas e as ondas pequenas, o brasileiro soube se adaptar e trouxe isso ao seu favor. Jadson dominou a bateria do início ao fim, foi trocando suas notas e garantiu sua primeira vitória no CT 2019. Importante não só para efeito moral, mas também para aumentar seu seeding  no round 3 – o que lhe fará enfrentar um adversário pior ranqueado.

Filipe Toledo dá “aula” de surfe em Bells Beach

Poucas mentes conseguem executar as manobras que Filipe Toledo fez em um mar tão ruim como o de Bells Beach nesta quinta-feira. O brasileiro desferiu aéreos, laybacks, rasgadas longas e afins para conseguir a maior nota do dia, um 8.27, e a maior somatória, 15.87. O veterano Kelly Slater não chegou nem a ameaçar sua liderança. Na verdade, ele e o novato Xavier Huxtable, de apenas 15 anos, ficaram até os minutos finais brigando pela segunda colocação. Melhor para o experiente norte-americano, que já se garantiu pela primeira vez no ano na terceira fase.

Medina, Ítalo e Yago Dora são sólidos na estreia

Se Filipe Toledo deu show, Gabriel Medina, Ítalo Ferreira e Yago Dora surfaram para o gasto. Os três não chegaram a tirar suspiros do público e dos juízes, mas tiveram performances que os garantiram com tranquilidade no round 3. O bicampeão mundial foi o único deles a passar em 1º lugar de sua bateria. Ele encarou o australiano Ryan Callinan, que depois de derrotar Gabriel em um QS em Portugal ano passado, parece ter virado freguês de carteirinha, e o convidado Harrisson Mann, também da Austrália. Já Ítalo, viu o havaiano Ezekiel Lau se destacar e brigou diretamente pela segunda vaga com o compatriota Caio Ibelli, que passa por uma fase muito difícil de sua carreira. Yago Dora, por sua vez, viu o neozelandês Ricardo Christie, surpreendentemente, disparar e superou com facilidade o australiano Wade Carmichael, para avançar na segunda colocação.

Baterias do round 1 – Rip Curl Pro Bells Beach masculino

1) Owen Wright (AUS) 8.20 x Jeremy Flores (FRA) 9.97Jadson André (BRA) 12.23
2) Jordy Smith (AFS) 10.26 x Adrian Buchan (AUS) 8.07 x Jack Freestone (AUS) 7.84
3) Filipe Toledo (BRA) 15.87 x Xavier Huxtable (AUS) 10.23 x Kelly Slater (EUA) 10.63
4) Ítalo Ferreira (BRA) 10.06 x Ezekiel Lau (HAV) 10.57 x Caio Ibelli (BRA) 9.73
5) Julian Wilson (AUS) 13.73 x Joan Duru (FRA) 11.00 x Jacob Wilcox (AUS) 13.74
6) Gabriel Medina (BRA) 13.70 Ryan Callinan (AUS) 13.00 x Harrison Mann (AUS) 7.87
7) Conner Coffin (EUA) 10.77 x Michael Rodrigues (BRA) 9.56 x Leo Fioravanti (ITA) 10.66
8) Kolohe Andino (EUA) 10.77 x Seth Moniz (HAV) 8.67 x Soli Bailey (AUS) 8.37
9) Wade Carmichael (AUS) 8.04 x Yago Dora (BRA) 10.10 x Ricardo Christie (NZL) 11.83

———  baterias ainda não realizadas do round 1:
10) Michel Bourez (FRA), Reef Heazlewood (AUS) e Deivid Silva (BRA)
11) John John Florence (HAV), Jesse Mendes (BRA) e Willian Cardoso (BRA)
12) Kanoa Igarashi (JAP), Mikey Wright (AUS) e Peterson Crisanto (BRA)

Baterias do round 1 – Rip Curl Pro Bells Beach feminino

1) Tatiana Weston-Webb (BRA), Malia Manuel (HAV) e Macy Callaghan (AUS)
2) Caroline Marks (EUA), Courtney Conlogue (EUA) e Brisa Hennesy (CRC)
3) Stephanie Gilmore (AUS), Bronte Macaulay e wildcard
4) Carissa Moore (HAV), Coco Ho (HAV) e Keely Andrew (AUS)
5) Lakey Peterson (EUA), Nikki Van Dijk (AUS) e Paige Hareb (NZL)
6) Johanne Defay (FRA), Sally Fitzgibbons (AUS) e Sage Erickson (EUA)

APOIE O OLIMPÍADA TODO DIA

Desde setembro de 2016, o Olimpíada Todo Dia não deixa você ter saudade dos Jogos nunca. É o único veículo de comunicação que todos os dias traz a trajetória dos atletas olímpicos e paralímpicos, combatendo a monocultura do futebol e na busca de ajudar a mudar a cultura esportiva do Brasil. Gosta do nosso trabalho? Nos apoie! Faça um pix para [email protected]

Outra alternativa para nos apoiar é usando o cupom OTD em compras na Centauro. Com o cupom, você ganha 10% de desconto na compra de equipamentos esportivos e parte do valor será revertido para o Olimpíada Todo Dia. Vale lembrar que os descontos não são cumulativos. Se alguma peça já estiver em oferta, você não conseguirá aumentar o desconto, mas se colocar o cupom OTD, parte do valor vai ajudar o portal do mesmo jeito. Você pode comprar também pela vitrine do OTD no site das Centauro.

Mais em Surfe