Siga o OTD

Skate

CBSk pede adiamento da eleição da Comissão de Atletas do COB

Entidade vê a eleição marcada para agosto como contraditória a própria luta do órgão dento do COB

Skate - CBSk -Coronavírus
Por conta do cenário atual e o coronavírus, CBSk é contra a eleição (Pedro Ramos/ rededoesporte.gov.b)

Nesta quarta-feira (29), a CBSk (Confederação Brasileira de Skate) enviou uma carta aberta para a comissão de atletas do COB (Comitê Olímpico do Brasil). Nela, a entidade coloca sua opinião e considera que a eleição da comissão, marcada para acontecer em agosto, seja adiada.

+SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM E NO FACEBOOK

De acordo com o documento, a CBSk informa que vê como contraditória à própria luta da comissão de atletas do COB a realização da eleição em 2020. Por conta do adiamento da Olimpíada de Tóquio, o ciclo olímpico só será encerrado no próximo ano e com isso alguns pontos defendidos pela comissão não serão respeitados.

Um deles é a participação. De acordo com o regulamento, só podem participar e votar nesta comissão do COB atletas que já tenham disputado uma edição de Jogos Olímpicos. Com isso, representantes de quatro modalidades (caratê, escalada, skate e surfe) não podem ser incluídos. Sem levar em consideração os esportistas que são de modalidades que já faziam parte do programa olímpico e fariam sua estreia no Japão.

Realidade brasileira

De acordo com a carta da CBSk, assim como COI (Comitê Olímpico Internacional) e IPC (Comitê Paralímpico Internacional) que adiaram suas eleições para 2021, a entidade entende que seria o certo a ser feito no contexto brasileiro. Para ler o documento enviado ao COB clique aqui.

+ COB abre processo de candidatura para a Comissão de Atletas

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nesta quarta-feira (29/07), a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) enviou à Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil (@comissao.atletas), na figura do presidente Tiago Camilo (@tiagocamilojudo) e da vice Yane Marques (@pentayane), a carta que pode ser lida na íntegra acima (arraste para o lado). Nela manifestamos a nossa posição quanto à eleição da nova Comissão de Atletas do COB, marcada para o final do próximo mês de agosto. Historicamente, esse pleito ocorre sempre durante as Olimpíadas de Verão, e seus eleitos seguem no cargo até o próximo ciclo olímpico. Porém, com o adiamento dos Jogos de Tóquio por conta da Covid-19, as eleições da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Internacional e do Comitê Paralímpico Internacional também foram adiadas para o ano que vem. Acreditamos que assim também deveria ser feito pela Comissão que representa os atletas brasileiros, inclusive com o intuito de atender aos preceitos da Carta Olímpica. Desta forma, respeita-se o ingresso no pleito não só das modalidades esportivas estreantes, como também de todos os atletas que tiveram seus objetivos de participar pela primeira vez de uma Olimpíada adiados por mais 1 ano, para 2021, já que o exercício do voto é atrelado à participação em pelo menos uma edição dos Jogos. Assim sendo, mantemos nossos objetivos de criar oportunidades e igualdade através do esporte, de acordo com o DNA da entidade. Para tal contamos com o entendimento e bom senso daqueles que lideram e representam os maiores protagonistas do universo esportivo-olímpico, os atletas. #CBSk #SomosTodosCBSk #OlympicSkateboarding #SkateOlímpico #Tokyo2020 #Paris2024 #Olimpíadas #ComissaodeAtletasCOB @timebrasil

Uma publicação compartilhada por Confederação Brasileira Skate (@cbskskate) em

Entenda o cenário

Com o adiamento dos Jogos de Tóquio, para 2021, algumas entidades olímpicas internacionais adiaram seus pleitos para que eles fossem realizados após a Olimpíada. Normalmente, os cargos eleitos nas entidades tem duração de quatro anos. Os mandatos começam logo após uma edição olímpica e acabam antes da próxima.

Contudo, por conta da pandemia, as pessoas que estão nos cargos que se encerram em 2020 não estariam atuando em pelo menos uma Olimpíada. Apesar dessa situação, não foi o que o COB definiu. As eleições, tanto presidenciais como da comissão de atletas, acontecerão em 2020.

Posicionamento do COB

Após tomar conhecimento da carta aberta da CBSk, o COB emitiu uma nota oficial a respeito do caso:

O processo eleitoral da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil para o próximo ciclo olímpico foi deliberado e definido pela própria Comissão.

O COB respeita e defende a autonomia da Comissão de Atletas para tomar suas próprias decisões, assim como pela definição da manutenção da eleição em 2020.

O COB reforça o seu compromisso em dar voz aos atletas e abrir espaço para o diálogo com todos os envolvidos no Movimento Olímpico.

Mais em Skate