Siga o OTD

campeonato sul-americano de remo calhau

Remo

Brasil vence nove das 12 provas do primeiro dia do Sul-Americano

Nove vitórias em 12 provas. A estreia do Brasil no Campeonato Sul-Americano de Remo foi coroada de sucessos em quase todas as categorias

Brasil vence nove das 12 provas do primeiro dia do Sul-Americano

O Brasil começou muito bem no Campeonato Sul-Americano de remo, que começou nesta terça-feira e será disputado até quarta na Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro. Das 12 provas disputadas no primeiro dia da competição, os remadores do país colocaram nove medalhas de ouro no peito, duas de prata e uma de bronze.

A primeira medalha de ouro do Brasil veio logo na prova de abertura do Campeonato Sul-Americano de remo. No Dois sem feminino, Milena Viana e Maria Clara Lewenkopf fizeram 7min56s34 para vencer a regata, superando em 8s24 o barco do Peru, que teve Alessia e Valeria Carrillo a bordo, como único adversário das brasileiras.

+Lucas Verthein vence seletiva do remo e vai para a Olimpíada no single skiff

No single skiff peso leve masculino, a vitória foi do uruguaio Bruno Cetraro, que completou a prova em 7min16s19, 4s21 a frente do brasileiro Piedro Tuchtenhagen, que ficou com a medalha de prata. Joseph Wilbur, do Panamá, terminou na terceira colocação.

A terceira prova do dia foi o double skiff feminino júnior e a vitória novamente foi uruguaia com Zoe Acosta e Nicole Yarson, que superaram por 14s53 as brasileiras Evelen Cardoso e Maria Fhurmann, que ficaram na segunda colocação.

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, NO INSTAGRAM, NO FACEBOOK E NO TIKTOK

O Brasil voltou a vencer no Dois sem júnior masculino com Robson Radman e Facundo Duarte, que venceram com o tempo de 7min10s96. Luciano Garcia e Cristian Rege, do Uruguai, ficaram na segunda colocação, com Daniel e Nicolas Villalba, do Paraguai, completando o pódio.

Vanessa Cozzi deu a terceira medalha de ouro ao Brasil no Campeonato Sul-Americano de remo ao vencer a prova do Single skiff peso leve feminino com o tempo de 8min08s11, 4s94 a frente da paraguaia Gabriella Mosquera, que ficou em segundo. Kerly Salazar, do Equador, terminou em terceiro.

No single skiff masculino júnior, Sandro Bozzo, do Peru, faturou a medalha de ouro com 7min22s79. O uruguaio Eric Seawright ficou na segunda colocação, enquanto o brasileiro Marcelo Almeida ficou com a medalha de bronze.

Depois dessa prova só deu Brasil no primeiro dia do Campeonato Sul-Americano de remo, que voltou a vencer no dois sem feminino júnior, que teve Mariana Macedo e Shaiane Ucker como vencedoras com o tempo de 8min08s65. As uruguaias Valeria Oliveira e Paulina Centurión ficaram na segunda colocação e as equatorianas Liberth Flores e Domenique Murrieta terminaram em terceiro.

No single skiff paralímpico masculino, Rene Campos Pereira foi o medalha de ouro com 10min32s48, a frente do equatoriano Ober Colobon, que ficou em segundo, e o paraguaio José Duarte, que levou o bronze.

No dois sem masculino, mais uma vitória brasileira com Fabio Moreira e Alef Fontoura contra os equatorianos Israel Salavarria e Agustin Vera com uma diferença de 57s62.

No skiff quádruplo masculino júnior, deu Brasil com Breno Felix, João Vinícius Batista, Tomás Levy e Gustavo Oliva. Eles cruzaram a linha de chegada apenas 0s94 a frente dos uruguaios Eric Seawright, Luciano Garcia, Joaquin Vazquez e Santiago Salgado na vitória mais apertada do dia.

No quatro sem feminino, o Brasil conquistou a vitória com Milena Viana, Maria Clara Lewenkopf, Agnes Nadine e Yanka de Brito com a marca de 7min23s28, 8s75 a frente das uruguaias Zoe Acosta, Valeria Yarson, Cloe Callorda e Nicole Yarson.

Para completar o dia, o Brasil faturou sua nona medalha de ouro Campeonato Sul-Americano de remo no quatro sem peso leve com Heitor Araújo, Luiz Felipe Faria, Iago Costa e Vitor Falcon, que venceram os equatorianos Maikel Andrade, Jonathan Brito, Luis Morejón e Sergio Alcivar com 1min27s42 de diferença.

Ao final do primeiro dia do Campeonato Sul-Americano de remo, o Brasil lidera o quadro de medalhas com nove medalhas de ouro, duas de prata e uma de bronze. O Uruguai é o vice-líder com duas vitórias e cinco segundos lugares. O Peru, que venceu uma prova e ficou em segundo em outra é o terceiro.

Com três pratas e três bronzes, o Equador é o quarto colocado no quadro de medalhas, seguido pelo Paraguai, que tem uma prata e dois bronzes e, por fim, pelo Panamá, que teve um terceiro lugar no primeiro dia do Campeonato Sul-Americano de remo.

Mais em Remo