Siga o OTD

Marcela Mello fica com o vice no Pan-Americano de tiro em casa

Pentatlo Moderno

Marcela Mello fica com o vice no Pan-Americano de tiro em casa

Brasileira foi derrotada pela mexicana Julia Romero por 3 a 1 na decisão

Foi por pouco. Na decisão do Pan-Americano de tiro em casa, nesta sexta-feira (4), Marcela Mello foi derrotada por Julia Ventura Romero, do México, por 3 a 1 e ficou com o vice campeonato. O torneio, organizado pela federação mexicana de pentatlo moderno, foi disputado por videoconferência.

Na decisão, depois de passar por dois dias de eliminatórias, a brasileira viu Julia Romero conseguir acertar cinco vezes o alvo em um menor tempo nas duas primeiras séries, abrindo 2 a 0.

+ SIGA O OTD NO FACEBOOKINSTAGRAMTWITTER E YOUTUBE

Depois de uma pausa de um minuto, a brasileira foi perfeita. Acertando os cinco tiros em sequência, Marcela Mello venceu a terceira série e diminuiu a desvantagem. Contudo, na série seguinte, a mexicana não errou nenhum disparo, fez 3 a 1 na final e ficou com o título do Pan-Americano de tiro em casa.

Depois de sua participação, Marcela Mello comentou o que achou do seu desempenho. “Me diverti muito e gostei bastante do meu desempenho. Apesar do tiro ser uma das minhas provas favoritas no pentatlo, não esperava chegar tão longe assim. Fiquei muito feliz com o apoio da minha família, amigos, de todos”.

A ‘culpa’ é da mãe

Por conta da pandemia do coronavírus, Marcela Mello estava lidando com os treinos da maneira que conseguia, como todos os atletas. Como sempre esteve ligada ao esporte desde os nove meses quando começou na natação, a brasileira estava sentindo falta do dia a dia e de competir.

Quando soube da ideia da Federação Mexicana de pentatlo moderno para o Pan-Americano de tiro em casa, Marcela Mello ficou um pouco em dúvida, mas duas pessoas ajudaram na decisão.

“Minha mãe ficou falando para eu me inscrever. Comentou que seria legal competir, mesmo sendo desse jeito, e eu fiquei pensando. O meu treinador também deu um empurrão, eu me inscrevi e fui. Depois que começou eu empolguei mais e eles me deram muita força”.

Mais em Pentatlo Moderno